Renova aprovou o aumento do capital social, por subscrição privada de ações, “dentro do limite do capital autorizado”.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:RNEW3) (BOV:RNEW4)(BOV:RNEW11), nesta segunda-feira (01).

A Renova Energia está em recuperação judicial.

O aumento aprovado foi de até R$ 1,420 bilhão, sendo admitida a homologação parcial, caso o valor subscrito seja igual ou superior a R$ 332,415 milhões que corresponde ao valor dos créditos a serem capitalizados.

“O aumento de capital e o seu valor definitivo estão sujeitos a homologação pelo Conselho de Administração, após encerrados os prazos de exercício do direito de preferência e de subscrição de sobras pelos titulares de direitos de subscrição”, informa a empresa.

A Renova Energia também informou que obteve reconsideração do efeito suspensivo de fundo gerido pela Jive Asset perante o Tribunal de Justiça de São Paulo.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:RNEW3) (BOV:RNEW4)(BOV:RNEW11), nesta segunda-feira (01).

A Renova pretende divulgar os resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020 no dia 30 de março. 

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020