A Petz registrou lucro líquido de R$ 74,2 milhões, quase o dobro dos R$ 37,4 milhões em 2019. As vendas em mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) cresceram 26,5% no acumulado do ano.

Os resultados da Petz (BOV:PETZ3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 08/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

O Ebitda cresceu 43,6%, para R$ 169,1 milhões, e a receita líquida aumentou 45,7%, para R$ 1,436 bilhão em 2020.

A companhia registrou receita bruta total de R$ 1,706 bilhão, crescimento de 46,6% ante 2019. Desse total, a receita bruta digital foi de R$ 395,634 milhões, com crescimento superior a 300%.

4T20

A Petz teve lucro líquido de R$ 27,4 milhões, 65,1% maior frente os R$ 16,6 milhões em igual período de 2019. Os valores referem-se aos atribuíveis aos controladores.

A receita líquida foi a R$ 441,8 milhões no trimestre, 57,7% maior frente os R$ 280 milhões no mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebtida – lucro antes de juros impostos, depreciação e amortização – somou R$ 44,1 milhões no último trimestre do ano passado, aumento de 3,7% sobre o Ebitda de R$ 42,5 milhões em igual período de 2019.

A companhia registrou receita bruta total de R$ 524,962 milhões no trimestre, com aumento de 58,9% na comparação com o quarto trimestre de 2019. Desse total, a receita bruta digital foi de R$ 136,522 milhões com crescimento superior a 300%.

A receita bruta com serviços foi a única que caiu no período, 3,2%, para R$ 23,4 milhões. O resultado, segundo a empresa, refletiu o fechamento dos centros de estética, realizado no início da pandemia. Mesmo com a abertura gradual ao longo dos meses, houve uma diminuição no fluxo nos estabelecimentos em função do receio por parte dos tutores para realizar procedimentos como o banho dos pets fora de casa.

A empresa fechou o trimestre com 133 unidades físicas, em que 13 foram inauguradas no quarto trimestre e outras 15 ao longo do ano. Também foram inaugurados três centros veterinários da marca Seres no ano, totalizando 114 unidades (incluindo dez hospitais).

A Petz registrou melhora nas vendas tanto nas lojas quanto no on-line no quarto trimestre de 2020, em comparação ao mesmo período de 2019.

Nas unidades físicas, que correspondem à maior parte do faturamento da companhia, o aumento foi de 33,6%, para R$ 364,9 milhões. No canal digital, as vendas brutas cresceram 313%, passando de R$ 33 milhões para R$ 136,5 milhões. Com isso, a participação do digital no faturamento bruto alcançou o mais alto patamar da história da empresa, chegando a 26%.

As vendas em mesmas lojas (SSS, na sigla em inglês) cresceram 36,8% na comparação entre os últimos trimestres de 2020 e 2019, enquanto apresentaram alta de 26,5% no acumulado do ano.

Teleconferência

Segundo Sergio Zimerman, presidente da Petz, a empresa tem posição mais resiliente mesmo nesse período de maiores restrições de circulação em certas regiões — a companhia opera na área de segmentos essenciais para funcionamento — mas ainda há efeitos negativos por conta do encerramento temporário das operações em shopping centers.

“A questão das restrições volta a pegar em alguns pontos em que somos resilientes, mas não significa que somos inatingíveis, porque somos pegos em alguns pontos. Por exemplo, lojas de shoppings, nós temos algumas, e também no caso de centro de estética, que não funcionam com as maiores restrições. Mas por outro lado verificamos que o auxílio emergencial tem pouco ou nenhuma relevância sobre nosso faturamento. Com o fim [do auxílio no começo do ano], não vimos nenhum efeito ou correlação”, disse Zimerman, em teleconferência de analistas nesse manhã.

A Petz também deve seguir ampliando o portfólio de produtos de marca própria ao longo de 2021. Segundo a administração da companhia, os produtos sob a marca Petz ajudam a aumentar a fidelização dos clientes e a rentabilidade da empresa. “Os produtos de marca própria garantem 10 pontos percentuais a mais de margem do que produtos correlatos. Pressionam a margem positivamente”, disse Zimerman.

Atualmente, a rede pet shops tem cerca de 300 itens (SKUs) em 25 categorias, sendo líder ou vice-líder na maioria, de acordo com a empresa. A participação no faturamento dos produtos “Petz” foi duas vezes maior no quarto trimestre quando comparado ao ano anterior.

A visão da companhia sobre a divisão de marcas próprias se assemelha à estratégia e visão para a divisão de saúde animal e da plataforma de soluções e serviços integrados, em que a empresa consegue participar dos mais diversos momentos do tutor e do animal. “A gente quer ser uma solução antes mesmo de ter um pet. Queremos que o cliente entre em nossa plataforma para saber se compra ou adota e como faz em cada caso. E, depois, até o fim da vida do pet. Nosso objetivo é providenciar todas as necessidades que existem para pet.”

No frente de saúde animal, a meta é expandir a marca Seres, criada em 2018. A administração da Petz vê a clínica de medicina veterinária como fator-chave para fidelização e potencial diferencial de mercado no longo prazo. “A curva de maturação dos hospitais é superior à da loja. Leva mais tempo para trazer o cliente mas é elemento de fidelização importante”, defende o diretor financeiro Daniel Bassi.

A companhia pretende acelerar neste ano a integração de serviços em sua plataforma como adestramento, hospedagem e passeadores, por exemplo. O modelo é similar ao que a varejista on-line Petlove adotou ao comprar a plataforma de hospedagem e passeios Dog Hero. Tudo deve acontecer por meio da plataforma digital (app e site), cujo faturamento saltou 342% em 2020, para R$ 400 milhões.

Projeção 2021

Em 2021, a Petz projeta abrir mais de 30 lojas, superando a marca das 28 do ano passado. A expansão, que até então mesclava o reforço da presença em algumas cidades com a entrada em novas praças, passará a priorizar essa última abordagem.

Hoje, a rede tem uma base de 133 unidades, em 16 estados. Até 2025, a meta é estender a cobertura a todos os estados do País.

Já nas prateleiras das lojas, o plano é seguir ampliando o portfólio da marca própria Petz, que hoje tem ofertas em 25 categorias, com cerca de 300 produtos, entre snacks, shampoos, lenços umedecidos e tapetes higiênicos.

No campo das iniciativas de omnichannel, um dos passos recentes foi a criação de uma diretoria de Experiência do Cliente, comanda por Teodoro Ornelas, executivo com passagens pelo Grupo Pão de Açúcar, Walgreens, Accenture e Bain & Company, no Brasil e nos Estados Unidos.

“Agora, enquanto cada diretoria tem autonomia para cuidar de uma parte da jornada do cliente, essa área olhará esse processo de forma integrada, em todos os canais de contato”, diz Zimerman. “A intenção é sair dos clusters e ter ofertas absolutamente personalizadas.”

Nessa direção, Diogo Bassi, CFO da Petz, destaca dois componentes que ajudam a alimentar essa estratégia. “Hoje, 85% das nossas vendas já são identificadas, considerando todos os canais”, afirma o executivo.

Outra fonte é o programa de assinatura da rede, que permite programar compras recorrentes e, entre outros benefícios, oferece descontos no uso de serviços como a retirada de produtos nas lojas. “Hoje, 15% do faturamento da companhia já vêm de assinantes”, acrescenta Bassi.

Além desses clientes, a Petz prevê atender outro público: os pet shops de pequeno porte. A rede planeja desenvolver e lançar, ainda nesse ano, uma versão de sua plataforma de e-commerce, que será ofertada no modelo de white label para esses lojistas, de olho na digitalização impulsionada pela Covid-19.

Segundo o Instituto Pet Brasil (IPB), esse perfil de varejista é predominante no setor. Das cerca de 32 mil lojas no País, aproximadamente 26 mil são estabelecimentos com até 4 funcionários. Outras seis mil têm até 19 profissionais. Existem ainda 400 mega stores regionais e 180 unidades de grandes redes nacionais.

“Em 2020, o setor faturou cerca de R$ 40 bilhões, 13% a mais que em 2019”, afirma Nelo Marracini, presidente-executivo do IPB. “Desse montante, os canais de comércio eletrônico responderam por aproximadamente R$ 1,5 bilhão.”

Pensando em investir na Petz?

A Petz é uma rede brasileira de pet shops. É a maior rede de pet shop do Brasil e é especializada em serviços e venda de produtos para animais de estimação e animais domésticáveis exóticos.

Governança Corporativa

As ações da Petz são negociadas no Novo Mercado da B3. A empresa realizou IPO no dia 10 de setembro de 2020.

Composição Acionária

Composição Acionária Ações Ordinárias %
Sergio Zimerman Participações EIRELI 131.968.204 35,39%
TRUXT Investimentos Ltda 29.054.465 7,79%
Outros 211.833.127 56,81%
Total 372.855.796 100,00%

Desempenho da empresa na B3

Desde o IPO em setembro de 2020, as ações da Petz oscilaram entre a mínima de R$ 13,72 e a máxima de R$ 24,10. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em queda de 5,33%, negociada a R$ 20,23.

Confira o histórico da Petz (PETZ3)

Período Abertura Máxima Mínima Preço Médio Vol Médio Variação Variação %
1 Semana 21,60 22,46 19,83 21,33 2.934.340 -0,68 -3,15%
1 Mês 21,90 24,10 19,83 22,24 3.776.022 -0,98 -4,47%
3 Meses 17,67 24,10 17,40 20,65 4.010.964 3,25 18,39%
6 Meses 14,28 24,10 13,72 18,33 4.406.907 6,64 46,5%
1 Ano 14,28 24,10 13,72 18,33 4.406.907 6,64 46,5%
3 Anos 14,28 24,10 13,72 18,33 4.406.907 6,64 46,5%
5 Anos 14,28 24,10 13,72 18,33 4.406.907 6,64 46,5%
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters