O lucro líquido ajustado do Grupo Mateus somou R$ 776 milhões em 2020, alta de 112,2% frente ao ano anterior.

Os resultados do Grupo Mateus (BOV:GMAT3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 24/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

No acumulado do ano, o Ebitda ajustado totalizou R$ 1,004 bilhão, indicando expansão de 76,8% em relação a 2019.

Em 2020, a receita líquida cresceu 42,4%, totalizando R$ 12,397 bilhões.

Ao final de dezembro, o grupo registrava um caixa líquido de R$ 1,534 bilhão, ante uma dívida líquida de R$ 487 milhões reportada no final de 2019. A melhora, segundo a empresa, pode ser atribuída a entrada de recursos do IPO, realizado em outubro passado, e a amortização de R$ 700 milhões de empréstimos, leasings e Finames junto aos bancos.

4T20

O Grupo Mateus, empresa de varejo que atua majoritariamente no Norte e Nordeste do País, reportou lucro líquido de R$ 241 milhões no quarto trimestre de 2020, crescimento de 142,7% sobre igual período do o ano anterior.

O Ebitda – lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado no período foi de R$ 289 milhões, alta de 767% sobre o mesmo período em 2019.

Entre outubro e dezembro, a receita líquida da companhia somou R$ 3,635 bilhões, alta de 52,2% ante igual período do ano anterior.

A receita bruta no segmento varejo foi de R$ 1,183 bilhão no último trimestre do ano passado, 44,9% acima do visto um ano antes.

No atacarejo, a receita bruta foi de R$ 2,076 bilhões, 77,5% maior que a vista no quarto trimestre de 2019. No segmento Eletro, a receita bruta foi de R$ 269 milhões, crescimento de 59,9%. As receitas financeiras totalizaram R$ 29,5 milhões no quarto trimestre, um aumento de 110,9% em relação ao mesmo período de 2019.

Entre os destaques do ano, o Grupo Mateus cita em seu informe de resultados a forte geração de caixa operacional, de R$ 944 milhões (alta 51%), o número recorde de inaugurações (39), sendo 23 lojas em 13 novas cidades e uma expansão de 179% nos investimentos em novas lojas e infraestrutura.

O resultado financeiro líquido do trimestre totalizou R$ 15 milhões negativos, uma redução de 44,1% ante 2019 e representando 0,4% da receita, contra 1,1% no mesmo período do ano anterior.

No trimestre, os investimentos cresceram 132% e totalizaram R$ 222 milhões. Ao final de dezembro, o grupo registrava um caixa líquido de R$ 1,534 bilhão, ante uma dívida líquida de R$ 487 milhões reportada no final de 2019. A melhora, segundo a empresa, pode ser atribuída a entrada de recursos do IPO, realizado em outubro passado, e a amortização de R$ 700 milhões de empréstimos, leasings e Finames junto aos bancos.

VISÃO DO MERCADO

XP Investimentos

“O Grupo Mateus reportou resultados sólidos referentes ao quarto trimestre de 202, levemente acima da nossa estimativa de receita, em linha com Ebitda e 14,5% acima do nosso lucro. Os principais destaques do resultado foram: i) manutenção de sólido crescimento de vendas mesmas lojas, mesmo com a redução do auxílio; e ii) forte performance de novas lojas em cidades que ainda não eram exploradas pelo Mateus, já apresentando performance acima das lojas maduras”, avalia a XP Investimentos.

Pensando em investir no Grupo Mateus?

O Grupo Mateus é o quarto maior atacarejo do País, com 137 lojas no Maranhão, Pará e Piauí. Ilson Mateus construiu a rede que hoje emprega mais de 20 mil pessoas do zero, começando com uma pequena mercearia.

O negócio foi crescendo até atingir quase R$ 10 bilhões de faturamento, em 2019. Apesar da atuação regionalmente restrita, a companhia está atrás do Assaí (do GPA), Atacadão (do Carrefour) e do grupo chileno Censosud no nicho de atacarejos.

Antes de começar a trajetória de varejista, o fundador do Grupo atuou por cerca de um ano como garimpeiro. Depois de deixar o local sem encontrar ouro, ele começou outro negócio: a compra e venda de garrafas de vidro. Foi assim que ele chegou a Balsas, no sul do Maranhão, onde percebeu que havia demanda de migrantes do Rio Grande do Sul – que chegaram à área para plantar soja – por produtos básicos.

Governança Corporativa

O Grupo realizou sua oferta pública de ações na B3, no segmento de Novo Mercado, seguindo os mais elevados padrões de Governança Corporativa.

Composição Acionária

Acionistas Quantidade de Ações %
Controladores 1.745.393.916 79%
Ações em Circulação 463.952.163 21%
Total 2.209.346.079 100%

IPO

A companhia realizou IPO no dia 13 de outubro, com captação de R$ 4,63 bilhões, o maior IPO de 2020 até outubro. A ação saiu a R$ 8,97, piso da faixa indicativa de preço. Além do lote principal, a companhia também colocou no mercado cerca de 75% do lote adicional.

Desempenho da empresa na B3

Desde o IPO, as ações do Grupo Mateus oscilaram entre a mínima de R$ 7,17 e a máxima de R$ 9,30. No último pregão antes da divulgação do resultado do 4T20, a empresa fechou em queda de 2,8%, negociada a R$ 7,29.

Confira o histórico do Grupo Mateus (GMAT3)

Período Abertura Máxima Mínima Preço Méd. Vol Médio Variação Variação %
1 Semana 7,49 7,58 7,20 7,45 2.808.240 -0,20 -2,67%
1 Mês 8,50 8,51 7,17 7,73 4.091.833 -1,21 -14,24%
3 Meses 8,34 9,07 7,17 8,19 3.505.961 -1,05 -12,59%
6 Meses 9,30 9,45 7,17 8,30 5.628.475 -2,01 -21,61%
1 Ano 9,30 9,45 7,17 8,30 5.628.475 -2,01 -21,61%
3 Anos 9,30 9,45 7,17 8,30 5.628.475 -2,01 -21,61%
5 Anos 9,30 9,45 7,17 8,30 5.628.475 -2,01 -21,61%
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters
Grupo Mateus ON (BOV:GMAT3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Out 2021 até Nov 2021 Click aqui para mais gráficos Grupo Mateus ON.
Grupo Mateus ON (BOV:GMAT3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2020 até Nov 2021 Click aqui para mais gráficos Grupo Mateus ON.