A Telefônica Brasil assinou um memorando de entendimentos vinculante com a Dotz e suas empresas subsidiárias (“Grupo Dotz”), para a formalização de parceria estratégica com foco em intensificar a relação comercial atualmente existente entre as empresas.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:VIVT3)  (BOV:VIVT4), nesta quinta-feira (25). Confira o documento na íntegra.

A nova parceria tem o objetivo de viabilizar, dentre outros, a extensão do prazo do atual acordo comercial entre a Vivo e a Dotz por cinco anos, a ampliação da atuação da Plataforma Dotz no ecossistema da Vivo, com foco principal na fidelização e engajamento dos clientes da Vivo a disponibilização da Conta Digital Dotz aos clientes da Vivo e a disponibilização de produtos e serviços da Vivo no ecossistema da Dotz.

Desta maneira, as companhias esperam ampliar suas bases de clientes e a oferta de produtos e/ou serviços, além de fomentar o desenvolvimento de novas iniciativas estratégicas.

No âmbito da parceria, a Vivo passará a deter o direito de receber, de determinados acionistas da Dotz, uma participação minoritária no capital social da Dotz, a depender do atingimento de metas acordadas.

Através desta iniciativa, a Vivo reforça seu posicionamento como um hub de serviços digitais, alavancando-se na capilaridade de seus canais de venda e força da marca, para oferecer serviços e benefícios a seus clientes em diferentes áreas, além de aumentar a participação da Companhia em negócios de alto valor.

A operação encontra-se sujeita à negociação e celebração dos documentos definitivos no prazo de 90 dias, a contar da presente data.

A Companhia manterá seus acionistas e o mercado em geral devidamente informados sobre a evolução desta parceria, de acordo com a regulamentação em vigor.

VISÃO DO MERCADO

Guide Investimentos 

De acordo com Luis Sales, analista de empresas, o impacto: Positivo. Com o acordo, a Telefônica reforça sua posição de hub de serviços digitais e aumenta seus canais de venda, assim fortalecendo a marca e crescendo sua operação.

Prejuízo líquido marca R$ 2,6 bilhões, no resultados 3T20

“Oi”? A empresa de telecomunicações Oi anunciou um prejuízo líquido consolidado de R$ 2,638 bilhões no critério atribuído aos controladores, o que representa uma queda de 54,1% sobre a perda acumulada no 3T19, um montante de R$ 5,747 bilhões. No segundo trimestre deste ano, a Oi registrou prejuízo de R$ 3,409 bilhões.

A dívida bruta consolidada registrou R$ 26,929 bilhões, o que significa uma alta de 3,1% em relação ao segundo trimestre, e um desempenho superior em 50,4% sobre o mesmo trimestre de 2019. De acordo com a empresa, essa elevação decorre sobretudo da desvalorização do real frente ao dólar.

TELEF BRASIL PN (BOV:VIVT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Out 2021 até Nov 2021 Click aqui para mais gráficos TELEF BRASIL PN.
TELEF BRASIL PN (BOV:VIVT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2020 até Nov 2021 Click aqui para mais gráficos TELEF BRASIL PN.