Dasa (BOV:DASA3) precificou a oferta de ações a R$ 58 por papel, pouco abaixo do centro da faixa indicativa revista na última segunda-feira (5), movimentando R$ 3,8 bilhões. As informações são do Brazil Journal.

Embora a oferta tenha saído no meio da faixa, a Dasa aceitou um desconto na casa dos 10,6% considerando a faixa indicativa original, de R$ 64,90 a R$ 84,50. A Dasa não alocou o lote adicional.

Coordenaram a oferta os bancos Bradesco BBI, BTG Pactual, Bank of America, Credit Suisse, Morgan Stanley, Safra, Santander e Itaú BBA.

O valution mais magro vem meio a uma chuva de volatilidade que assola a Bolsa de Valores de São Paulo (B3). O mar revolto já afogou os planos de 18 empresas, incluindo Agrogalaxy, W2W, dona da marca Wine, e Kalunga, de realizar uma oferta pública iniciais de ações (IPO).

Com o preço a esse patamar, a família Bueno, controladora da Dasa e fundadora do grupo Amil, investiu mais R$ 500 milhões na oferta para não ser diluída. Também entraram na oferta as gestoras internacionais TT, FIT e Ghisallo.

“Eles quiseram demonstrar comprometimento de longo prazo e dizer que o fundamento é melhor do que o mercado aceita pagar nesse momento,” disse uma fonte ao Brazil Journal.

A empresa esperava uma demanda mais aquecida a preços esticados, por conta de seus resultados históricos e pelo elevado interesse dos investidores no setor de saúde. Mas, com tanta operação do setor e competição por ativos, os gestores ficaram mais críticos com preço.

Insucesso de oferta da Dasa e os IPOs das empresas de saúde

Ainda de acordo com informações do site, o resultado negativo da oferta de ações da Dasa pode significar um problema para outras companhias do setor de saúde à espera de um lugar ao Sol. Entre elas o Hospital Care (HCAR3) e a Kora Saúde (KRSA3).

Enquanto isso, o grupo hospitalar Mater Dei (MATD3) não deve enfrentar grandes entraves, reportou o Brazil Journal citando pessoas próximas à operação. Segundo o site, antes da Dasa é a Rede D’Or quem deve pressionar a companhia com aquisição do Biocor em Belo Horizonte.

Sobre a empresa

Diagnosticos da America SA, abreviatura DASA S.A. e anteriormente conhecida como Laboratorio Clinico Delboni Auriemo SA é uma empresa de diagnósticos clínicos com sede no Brasil. Também opera uma unidade de teste de alimentos, publicidade, editoração, serviços de recursos humanos e entidades de pesquisa.