A Arezzo informa que não fará uma nova oferta para combinação de negócios com a Hering (BOV:HGTX3) e ressalta que seguirá fiel à sua bem-sucedida estratégia de crescimento, orgânico e por aquisições, sempre observando a racionalidade e a defesa dos interesses de todos os seus acionistas.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ARZZ3) nesta terça-feira (27). Confira o documento na íntegra.

Há duas semanas, a empresa fez uma proposta de R$ 3,2 bilhões pela empresa de Santa Catarina, que foi recusada.

Ontem, a proposta feita pelo Grupo Soma, de R$ 5,1 bilhões foi aceita pela Hering.

No comunicado, a Arezzo afirma que “seguirá fiel à sua bem-sucedida estratégia de crescimento, orgânico e por aquisições, sempre observando a racionalidade e a defesa dos interesses de todos os seus acionistas”.

Entenda a história

A divulgação de uma negociação entre duas das maiores varejistas movimentou os bastidores do mercado financeiro nessa semana: a Arezzo, um grupo calçadista que tenta se converter em uma gigante da moda nacional, fez uma proposta de R$ 3 bilhões para comprar a Hering, tradicional rede de moda que hoje tem 778 lojas. Por trás dessas conversas, há fatores de negócio – como a necessidade de a Arezzo se expandir e ganhar musculatura – e também questões mais pessoais, como a suposta pouca disposição da família Hering em tocar seu negócio adiante.

Proposta de combinação de negócios foi recusada

A Arezzo confirmou a proposta de combinação de negócios feita à Hering para a combinação de negócios entre as duas companhias, que foi recusada pela varejista de roupas.

Os ternos da oferta foram enviados ao presidente da Hering, Fábio Hering, em 7 de abril. A oferta previa que os acionistas da Hering receberiam 26.751.575 novas ações da Arezzo, o que corresponde a 21,17% do capital social da empresa.

Isso significa uma relação de substituição de ações de 0,1686 novas ações ON da Arezzo para cada 1 ação ordinária da Hering, o equivalente a um prêmio de 20% sobre o preço médio ponderado por volume das ações da Hering no período de 90 dias anteriores ao envio da proposta.

Hering rejeita proposta para potencial fusão

A Hering recebeu uma carta não solicitada da Arezzo&Co, com uma proposta não vinculativa para a potencial combinação de negócios.

Após análise dos termos propostos, o Conselho de Administração da Companhia, com assessoria do BR Partners e Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, decidiu, por unanimidade, em reunião realizada em 14 de abril de 2021, rejeitar a proposta, por considerar que ela não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria Companhia.

A Arezzo pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 06 de maio.

Lucro líquido de R$ 87,3 milhões, queda de 38,1%

A Arezzo registrou lucro líquido de R$ 87,3 milhões em 2020, queda de 38,1% em relação aos R$ 140,9 milhões de 2019.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

O E-commerce apresentou crescimento de 145,3% em 2020, atingindo R$ 526,4 milhões de faturamento.

A receita líquida teve ligeira queda de 4,0% no comparativo anual, fechando 2020 com R$ 1,612 bilhão. Já o Ebtida ajusto do ano inteiro foi de R$ 226,9 milhões, queda de 15,6%.

AREZZO ON (BOV:ARZZ3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2021 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos AREZZO ON.
AREZZO ON (BOV:ARZZ3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2020 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos AREZZO ON.