A Dasa lançou nova plataforma para integrar todos os seus negócios, que incluem a maior rede de medicina diagnóstica do país, hospitais, clínicas de gestão de saúde e corretora.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:DASA3) nesta terça-feira (27).

Batizada de Nav, a plataforma passa a operar sob uma única marca: Dasa. A plataforma já conta com 7 mil médicos que prestam serviços aos laboratórios e hospitais do grupo e tem mais de 100 mil clientes cadastrados.

A NAV inicia com a base de usuários do aplicativo anterior do grupo, a Livia Saúde, com sete mil médicos cadastrados, 108 mil pacientes únicos e 580 mil visitas por mês.

O objetivo é eleva esse número gradativamente, aproveitando o fato de que metade dos 500 mil médicos brasileiros têm algum relacionamento com a Dasa.

Segundo Pedro Bueno, presidente da companhia, a nova marca reflete a mudança de forma de fazer saúde, passando do tratamento da doença para o cuidado com a saúde. “O setor é reativo: você só interage com ele quando está com sintomas ou doente. Estamos migrando da saúde reativa para a saúde preventiva, mais personalizada”, afirmou, durante coletiva de imprensa.

A Dasa possui hoje 20 milhões de usuários e 14 hospitais (com algumas aprovações pendentes no Cade), e recentemente captou R$ 3,306 bilhões em uma nova oferta pública de ações, que Bueno caracteriza como um re-IPO.

O executivo não detalhou próximos passos da companhia após a captação, mas disse que a empresa continuará a estratégia de integrar operações e dados para otimizar a jornada de saúde de pacientes.

“Podemos ir expandindo nossas operações para conseguirmos fazer a integração da jornada dos usuários em todas as regiões em que atuamos. Haverá outros passos de fusões e aquisições, mas não temos nada em que possamos nos comprometer a respeito disso, e vamos anunciando à medida que dermos esses passos”, afirmou Bueno.

Não foram divulgados valores respectivos à mudança de marca da Dasa e do lançamento da NAV.

Informações BDM