A agência de classificação de risco Moody’s elevou os ratings corporativos da Light de A2.br paraA1.br, na escala nacional e Ba3 na escala global.

Em ambas as escalas houve mudança de perspectiva de estável para positiva.

O comunicado foi feito nesta sexta-feira pela empresa (BOV:LIGT3). Confira o comunicado na íntegra!

A Light pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 13 de maio.

Lucro líquido de R$ 493 milhões em 2020, alta de 178%

A elétrica Light registrou lucro líquido de R$ 493 milhões em 2020, alta de 178% sobre 2019.

Em 2020, a receita líquida avançou 2,7%, para R$ 11,8 bilhões, e o Ebitda aumentou 28,3%, para R$ 2,2 bilhões.

4T20

A Light apresentou um lucro líquido recorrente de R$ 235 milhões no quarto trimestre de 2020, revertendo prejuízo de R$ 48 milhões no mesmo período do ano anterior, contando com a ajuda do reconhecimento de montantes de um acordo relacionado ao déficit hídrico com o governo.

Na unidade geradora de energia da Light, houve um aumento relevante no lucro, em razão do reconhecimento do registro do ativo intangível referente ao acordo, no valor de R$ 433,8 milhões.

LIGHT ON (BOV:LIGT3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos LIGHT ON.
LIGHT ON (BOV:LIGT3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos LIGHT ON.