O Méliuz registrou lucro líquido de R$ 3,01 milhões no primeiro trimestre de 2021, queda de 51,2% do lucro na comparação anual. A companhia destacou o crescimento da base de usuários no período, estimulado por um forte crescimento em despesas.

No primeiro trimestre, a empresa registrou receita líquida de R$ 48,7 milhões, 54% acima dos R$ 31,6 milhões registrados um ano antes. Incluindo o negócio de marketplace internacional, fruto da aquisição do site polonês Picodi, a receita líquida foi de R$ 51,8 milhões, um avanço de 64% no período.

A receita líquida de serviços financeiros, considerando cartão de crédito e produtos mais recentes como cashback de notas fiscais e empréstimos foi de R$ 9,1 milhões, 6,5 vezes o resultado de R$ 1,4 milhão registrado um ano antes.

O ebitda – lucro antes de juro, impostos, depreciação e amortização – teve queda 49%, para R$ 4,9 milhões, com margem de 9,5%, “explicado pela variação das despesas ao longo do trimestre”.

O Méliuz abriu 2,4 milhões de contas, uma média de 27 mil contas abertas por dia corrido, enquanto o número de usuários ativos teve alta de 226%, para 7,1 milhões.

O volume bruto de mercadorias (GMV) teve alta de 93% na base anual, para R$ 2,9 bilhões no trimestre, enquanto o número cumulativo de cartões solicitados teve alta de 19 vezes em um ano, a 4,5 milhões.

As despesas com cashback tiveram alta de 45%, a R$ 21,2 milhões, enquanto os custos com pessoal passaram para R$ 7,8 milhões, quase duas vezes maior. Enquanto isso, as despesas com marketing subiram de  R$ 300 mil no primeiro trimestre do ano passado para R$ 7 milhões na base anual, alta de quase 23 vezes.

No primeiro trimestre a empresa contratou 62 colaboradores, elevando o número de funcionários de 182 no fim, de 2020, para 244 atualmente.

Os resultados da Méliuz (BOV:CASH3) referente suas operações do primeiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 17/05/2021. Confira o Press Release completo!

Teleconferência

Com a integração da Acesso Bank, fintech de serviços bancários e pagamentos, a Méliuz eleva o potencial de mercado de R$ 249 bilhões para R$ 9,7 trilhões, informou nesta segunda-feira (17) o presidente da empresa de cashback e serviços financeiros, Israel Salmen, em conferência on-line com analistas sobre o balanço da empresa.

“A ideia é aumentar o ‘cash in’ [o dinheiro do usuário na conta], além do cashback, como conta-salário e oferta de investimentos”, explica Salmen.

A aquisição da Acesso Bank, anunciada no início do mês por R$ 324 milhões, envolve a emissão de ações da Méliuz para os acionistas atuais da Acesso, que terão cerca de 8% da companhia. A aprovação está sob análise do Banco Central, informou o CEO.

Tendo o aval do Bacen, segundo Salmen, a integração da Acesso Bank à Méliuz deve ocorrer em um prazo de seis meses.

Entre os novos produtos previstos na chegada da fintech estão conta digital, cartão de débito e virtual, saques, pagamentos instantâneos (Pix), transferências, pagamentos de contas, contas-salário, investimentos e seguros.

“A conta digital permite que o usuário passe mais tempo no aplicativo”, disse Salmen. “Com isso, conseguimos vender melhor não só produtos que já existiam como trazer novos produtos para a nossa base.”

O executivo informou que a chegada da Acesso Bank não altera parceria com o Banco Pan, em cartões de crédito.

Além da Acesso Digital, a Méliuz anunciou outras duas aquisições de menor porte, na semana passada: a plataforma Promobit, de opiniões sobre produtos e promoções, por valor inicial de R$ 13 milhões, e o site Melhor Plano, de comparação de preços e serviços, por R$ 10 milhões.

O executivo destacou que o foco, no próximo trimestre, será garantir que as novas aquisições se encaixarão no ecossistema da empresa. “Companhias como Promobit e Melhor Plano são pequenas e temos muito a adicionar, em gestão e pessoas, para que elas cresçam rápido”, disse.

A meta da empresa, nos próximos trimestres, também é elevar e reter a base de usuários de serviços atuais como empréstimos, cashback de nota fiscal, venda de cartões de presente, em pareceria com serviços de delivery iFood e Uber, recarga de celular e cartão de crédito.

Meliuz S.A ON (BOV:CASH3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2021 até Set 2021 Click aqui para mais gráficos Meliuz S.A ON.
Meliuz S.A ON (BOV:CASH3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2020 até Set 2021 Click aqui para mais gráficos Meliuz S.A ON.