O Itaú Unibanco venceu a disputa com o Santander Brasil pela folha de pagamento do funcionalismo de Minas Gerais. Segundo o governo de Minas, o maior banco da América Latina pagou R$ 2,42 bilhões, 18% acima do lance mínimo exigido.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:ITUB4) na sexta-feira (16). Confira o comunicado na íntegra.

Os recursos entrarão direto no caixa do Estado, que assim conseguirá já no início de agosto pagar integralmente os salários dos seus servidores e encerrar o pagamento de forma parcelada que o Estado adotava desde fevereiro de 2016.

“O parcelamento de salários era uma situação que me incomodava muito e estou muito feliz de conseguir cumprir uma das principais metas do meu governo”, disse o governador Romeu Zema, por meio de nota. O acerto do compasso no pagamento alcançará não só os servidores ativos, mas também inativos e pensionistas, segundo o secretário de Fazenda de Minas, Gustavo Barbosa.

O Itaú Unibanco também assumirá o pagamento a todos os servidores, ativos, inativos e pensionistas, além de 6,3 mil empresas fornecedoras do Estado. Em comunicado divulgado após o fechamento dos mercados, o banco informou que esse fluxo de pagamentos mensal de é de aproximadamente R$ 4,8 bilhões, em uma operação que envolve 618 mil servidores, 20% dos quais concentrados na região metropolitana de Belo Horizonte, com saldo de crédito consignado de R$ 7,7 bilhões.

Os servidores poderão abrir sua conta corrente “de forma 100% digital e por meio de novos pontos físicos dedicados, adicionais às agências já existentes no Estado”. A instituição deterá a folha de pagamento mineira por cinco anos. O lance dado será lançado pelo Itaú Unibanco como “intangível” e, ainda segundo o comunicado emitido pela instituição, “seu reconhecimento no resultado será diferido”.

O Itaú pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 02 de agosto.

Itaú Unibanco (ITUB4): lucro recorrente de R$ 6,4 bilhões no 1T21, alta de 63,5%

lucro líquido recorrente do Itaú Unibanco, que desconsidera itens com impacto pontual sobre o resultado, aumentou 63,5% no primeiro trimestre, para R$ 6,398 bilhões.

A companhia atribuiu o crescimento ao aumento da carteira de crédito, aumento na margem financeira com o mercado e pela redução no custo do crédito, à volatilidade no cenário macroeconômico do primeiro trimestre de 2020 e à redução de 0,8% das despesas não decorrentes de juros no Brasil.

O lucro contábil do Itaú ficou em R$ 5,414 bilhões entre janeiro e março, com alta de 59,2% ante igual intervalo de 2020 e queda de 29,7% na margem.

O banco contabilizou margem gerencial financeira de R$ 18,634 bilhões no primeiro trimestre, com alta de 6% ante o trimestre anterior e de 4,7% em relação ao primeiro trimestre de 2020.

carteira de crédito do Itaú Unibanco considerando apenas o Brasil aumentou 12,8%, para R$ 668,6 bilhões. Levando em consideração os outros países em que o banco atua – principalmente na América Latina -, houve alta de 15,0%, para R$ 906,4 bilhões.

Informações Broadcast

ITAU UNIBANCO PN (BOV:ITUB4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2021 até Set 2021 Click aqui para mais gráficos ITAU UNIBANCO PN.
ITAU UNIBANCO PN (BOV:ITUB4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2020 até Set 2021 Click aqui para mais gráficos ITAU UNIBANCO PN.