A JSL recebeu notificação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (“CADE”) o qual aprovou sem restrições a aquisição da Transportes Marvel pela JSL.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:JSLG3) nesta segunda-feira (26). Confira o comunicado na íntegra.

Em linha com o planejamento estratégico de crescimento e diversificação de setores de atuação e serviços oferecidos, a aquisição ampliará de forma relevante a nossa atuação em transporte rodoviário de cargas congeladas e refrigeradas de alto valor agregado, e a representatividade do segmento de alimentos na JSL, oferecendo serviços no Brasil e outros 5 países da América do Sul.

A Marvel, fundada em 1975, possui uma equipe de 820 colaboradores altamente capacitados e comprometidos pelos serviços de altíssima qualidade prestados aos seus clientes, localizados no Brasil, na Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai e Peru.

A companhia possui uma das maiores frotas próprias de transporte internacional de refrigerados na América do Sul, com mais de 1,1 mil ativos operacionais, com caminhões que possuem idade média de aproximadamente 3,6 anos.

A Transação é a quinta aquisição realizada desde o IPO. Juntas, irão adicionar R$ 1,6 bilhão à Receita Bruta1 e R$ 267 milhões ao EBITDA, correspondendo a um crescimento de 50% e 66%, respectivamente, em relação ao 1T21 UDM.

Vale lembrar que os números destas 5 aquisições ainda não estão incorporados integralmente2 aos números dos últimos doze meses da JSL, dado que todas as aquisições ocorreram há menos de um ano.

A JSL, líder e consolidadora do setor de logística rodoviária no Brasil, continuará executando sua agenda de aquisições, parte delas já em processo de negociação, respeitando a disciplina no emprego de seu capital, com foco na melhoria dos retornos, prezando pela geração de valor a todos os seus acionistas.

A JSL pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 11 de agosto.

Lucro líquido consolidado de R$ 42,1 milhões, crescimento de 348,8%

A empresa de logística JSL teve lucro líquido consolidado de R$ 42,1 milhões no primeiro trimestre de 2021, crescimento de 348,8% sobre o ganho em igual período de 2020, reflexo do foco na revisão de custos e gestão de endividamento da Companhia e também pelos resultados apresentados pela Fadel e Transmoreno no trimestre.

O resultado contempla os efeitos da amortização da alocação do preço de aquisição referente a Fadel e a Transmoreno, de R$ 5,6 milhões. Se excluirmos os efeitos dessa amortização, o lucro líquido ajustado seria de R$ 47,7 milhões.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – ficou em R$ 64,5 milhões no primeiro trimestre deste ano, 0,6% acima do Ebitda de R$ 64,1 milhões no primeiro trimestre de 2019, como reflexo da sazonalidade e do incremento de custos, descritos acima e impacto da não desmobilização das operações que atendem ao setor automotivo, mesmo com a parada no final do trimestre.

JSL ON (BOV:JSLG3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2021 até Out 2021 Click aqui para mais gráficos JSL ON.
JSL ON (BOV:JSLG3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Out 2020 até Out 2021 Click aqui para mais gráficos JSL ON.