A holding BB Seguridade teve no segundo trimestre deste ano lucro líquido de R$ 753,7 milhões, resultado 23,2% menor que o registrado um ano antes e 22,8% inferior ao obtido no primeiro trimestre deste ano. O ganho teria sido de R$ 896 milhões, se expurgado o impacto da defasagem da inflação medida no IGP-M.

O resultado financeiro consolidado da BB Seguridade e de suas investidas foi negativo em R$ 102 milhões no segundo trimestre, de saldo positivo de R$ 65 milhões nos três meses antecedentes e R$ 119 milhões no segundo trimestre de 2020.

O total de prêmios emitidos entre abril e junho deste ano foi de R$ 3,1 bilhões, 36% maior que o total emitido nos primeiros três meses de 2021 e 22% a mais que no segundo trimestre do ano passado, as reservas de previdência aumentaram R$ 5 bilhões e a arrecadação com títulos de capitalização ficou em R$ 955 milhões. Conforme material distribuído pela holding de seguros e previdência do Banco do Brasil (BB) junto com o balanço, essa foi o “maior volume trimestral de prêmios desde a reestruturação da parceria, com mais de R$ 1 bilhão por mês”, no período.

O índice de sinistralidade ficou em 51,1% no segundo trimestre, de 37,8% nos três meses anteriores e 31,4% no segundo trimestre de 2020. O índice combinado, que mostra a eficiência operacional e, quanto menor, melhor, ficou em 89,9%, de 81,4% e 77% na mesma base de comparação. Abaixo de 100, o indicador aponta desempenho operacional positivo.

Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, o destaque de arrecadação coube às contribuições de previdência, que foram 64% maiores de abril a junho deste ano. Os prêmios de seguro rural emitidos no trimestre foram 32% maiores que um ano antes e, de seguro de vida, 24% maiores.

A BB Seguridade aproveitou para revisar suas projeções (guidance) para 2021. A estimativa de resultado operacional não decorrente de juros (ex-holdings) passou de crescimento de 8% a 13% para expansão de 1% a 6%. No acumulado do primeiro semestre, esse alta foi de 3,1%.

A perspectiva de prêmios emitidos da subsidiária BrasilSeg passou de alta de 7% a 12% para aumento de 10% a 15%. No primeiro semestre, houve expansão de 15,4%.

Os resultados do BB Seguridade (BOV:BBSE3) referentes suas operações do segundo trimestre de 2021 foram divulgados no dia 02/08/2021.

VISÃO DO MERCADO

XP Investimentos 

A XP destaca que o resultado foi impactado principalmente por: a operação de seguros, que ficou 50% abaixo numa comparação trimestral e 55% abaixo versus o mesmo período do ano anterior atingindo R$ 235 milhões, impulsionada por maiores sinistros de seguro de vida impactados pela pandemia Covid-19; e pelo segmento de previdência, que apresentou resultado 80% inferior ao trimestre anterior e 82% ao ano, chegando a R$ 39 milhões, justificado pela diferença entre os índices de ativos e passivos que impactou o resultado financeiro do trimestre.

Impulsionada pela segunda onda Covid-19, a seguradora revisou para baixo sua orientação para 2021, com resultados operacionais revisados de entre 8% a 13% para entre 1% a 6% de crescimento. A revisão implica em um índice de sinistralidade maior, uma vez que os prêmios devem crescer acima das expectativas.

“No geral, esperamos uma reação negativa do mercado, no entanto, pois vemos as ações como subvalorizadas e com um rendimento de dividendos atraente”, apontam os analistas da XP.

XP mantém recomendação de compra e preço-alvo de R$ 35,00…

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters
BB SEGURIDADE ON (BOV:BBSE3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2021 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos BB SEGURIDADE ON.
BB SEGURIDADE ON (BOV:BBSE3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2020 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos BB SEGURIDADE ON.