A Telefônica Brasil aprovou a celebração do contrato de compra e venda e subscrição de ações (SPIA), por meio do qual a Companhia alienou parte das ações de sua titularidade e de emissão de sua controlada CloudCo BrasiL, representativas de 20% do capital social desta, para a TC&CT, controlada indireta da Telefónica S.A., pelo valor total de R$ 22,0 milhões.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:VIVT3) (BOV:VIVT4) nesta segunda-feira (02). Confira o comunicado na íntegra.

A TC&CT subscreveu 190.000 ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal da CloudCo Brasil por um preço de emissão total de R$ 76,0 milhões, sendo R$ 25,0 milhões integralizados nesta data e R$ 51,0 milhões a serem integralizados em duas parcelas até janeiro de 2023, tudo com base em laudo de avaliação elaborado por empresa especializada independente.

Em decorrência da Operação, 50,01% do capital social da CloudCo Brasil passou a ser detido pela Companhia e 49,99% pela TC&CT e, portanto, a relação entre a Companhia e a TC&CT no âmbito da CloudCo Brasil será regulada por um Acordo de Acionistas também celebrado nesta data.

Tanto o SPIA, como o Acordo de Acionistas contêm termos e disposições comuns a esse tipo de transação. Como passo preliminar à implementação da Operação, foram transferidos à CloudCo Brasil pela Companhia e sua subsidiária indireta Telefônica Infraestrutura e Segurança Ltda. certos ativos, contratos e empregados, todos estritamente relacionados às atividades de cloud computing.

A Operação permitirá que a Companhia, em parceria com a TC&CT, desenvolva uma empresa brasileira dedicada em serviços e soluções de cloud computing para B2B, a CloudCo Brasil, visando alavancar posicionamento em serviços e soluções e capturar oportunidades de crescimento dos negócios neste segmento.

A Operação assegura, ainda, que a Companhia continue liderando o relacionamento com os clientes finais, na medida em que inclui a celebração de um contrato de intermediação comercial, por meio do qual a Companhia atuará como canal de vendas exclusivo da CloudCo Brasil.

Telefônica Brasil (VIVT3): lucro líquido de R$ 942 milhões no 1T21, queda de 18%

Telefônica Brasil teve lucro líquido de R$ 942 milhões no primeiro trimestre, queda de 18% ante mesmo período de 2020, diante de maiores despesas financeiras e depreciação.

No 1T21, o Resultado Financeiro registrou uma despesa financeira de R$ 315 milhões, um aumento de 61,7% a/a. principalmente pelo maior endividamento relacionado a contratos reconhecidos como leasing em função do IFRS16.

Já a receita líquida da companhia aumentou 0,22% de um ano para o outro, passando de R$ 10,82 bilhões para R$ 10,85 bilhões. Em relação ao último trimestre (R$ 11,19 bilhões), a receita diminuiu 3,07%.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – recorrente foi de 4,4 bilhões, incremento de 0,5% quando comparado ao 1T20, com margem ebtida de 41,1%. O desempenho reflete a expansão das receitas core combinada à menor representatividade das receitas não-core e ao rígido controle de custos da Companhia.

TELEF BRASIL PN (BOV:VIVT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2021 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos TELEF BRASIL PN.
TELEF BRASIL PN (BOV:VIVT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2020 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos TELEF BRASIL PN.