A BRF confirmou a suspensão por parte da China das importações de produtos da unidade localizada em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. No local são abatidas aves e suínos.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:BRFS3) nesta terça-feira (03).

A BRF disse que tomou conhecimento por meio de publicação no site da Administração Geral da Aduana da China (GACC) da suspensão da exportação de carne suína para a China.

A companhia informou que tomará as medidas cabíveis para a reversão da situação com as autoridades chinesas e brasileiras, ressaltando que até o momento não foi notificada oficialmente.

O Ministério da Agricultura informou que a suspensão teria sido motivada por problemas identificados no transporte dos produtos até a China.

“A BRF reafirma seu compromisso com os mais elevados padrões de qualidade e segurança”, destacou a empresa em um comunicado.

A BRF pretende divulgar os resultados do 2T21 no dia 12 de agosto.

Lucro líquido de R$ 22 milhões no 1T21, revertendo prejuízo

A BRF, dona de Sadia e Perdigão, reportou ontem um lucro líquido de R$ 22 milhões no primeiro trimestre, mas os indicadores demonstraram os desafios de repassar o aumento de custos para o consumidor final. Nos três primeiros meses de 2020, a empresa divulgou prejuízo de R$ 38 milhões.

A disparada do preço dos grãos começou a afetar os resultados da BRF de modo mais notável, pressionando as margens da empresa.

Segundo a companhia, o trimestre ainda foi impactado por gastos associados ao combate dos efeitos da Covid-19, que foram de R$ 80 milhões. Excluindo-se esses impactos, haveria um lucro líquido de R$ 103 milhões.

BRF S/A ON (BOV:BRFS3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos BRF S/A ON.
BRF S/A ON (BOV:BRFS3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos BRF S/A ON.