A Taesa iniciou a operação comercial na linha de transmissão de 500 kV que interliga Minas Gerais à Bahia, passando pelas cidades de Pirapora, Janaúba e Bom Jesus da Lapa. Houve antecipação de seis meses na entrega do empreendimento em relação ao previsto e redução de 18% no Capex estimado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no leilão de transmissão 13/2015.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:TAEE11) nesta quarta-feira (01).

A construção da linha de transmissão teve custo de R$ 1 bilhão e adicionará uma Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 213,6 milhões por ano à empresa. Por mês, ela significará uma receita de R$ 18 milhões à Taesa.

“O projeto aumenta a capacidade de transmissão da interligação Nordeste-Sudeste, atendendo a necessidade de dimensionamento do Sistema Interligado Nacional (“SIN”) de forma a escoar, sem restrições elétricas, a energia produzida nas novas usinas da região Nordeste”, explicou a companhia no documento.

O empreendimento tem capacidade para transportar 1.600 megawatts (MW) de potência, energia suficiente para atender ao consumo de cinco milhões de pessoas.

TAESA (BOV:TAEE11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2021 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos TAESA.
TAESA (BOV:TAEE11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2020 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos TAESA.