A Eletrobras informa o encerramento da oferta pública com esforços restritos de debêntures emitidas pela controlada CGT Eletrosul.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ELET3) (BOV:ELET5) (BOV:ELET6) nesta quarta-feira (22).

Foram subscritas e integralizadas 400.000 debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, com valor nominal unitário de R$ 1.000,00, perfazendo o montante total de R$ 400.000.000,00 na data de emissão, sendo R$ 185.000.000,00 na primeira série, caracterizadas como “debêntures verdes”, e R$ 215.000.000,00 na segunda série.

Os recursos líquidos captados pela CGT Eletrosul por meio da emissão das debêntures da primeira série serão utilizados para alavancagem de Projetos de Investimento em Reforços de Transmissão nos seguintes projetos prioritários, aprovados pelo Ministério de Minas e Energia, e contarão com o Selo Verde por meio da Second Party Opinion (SPO) emitida pela Vigeo Eiris; das Debêntures da Segunda Série serão utilizados para reforço de caixa para utilização no curso ordinário dos negócios da companhia.

O prazo de vencimento das debêntures da primeira série será de 8 anos contados a partir da data de emissão, vencendo-se, portanto, no dia 15 de setembro de 2029; da Segunda Série será de 3 anos vencendo-se, portanto, no dia 15 de setembro de 2024.

Eletrobras (ELET3): lucro líquido de R$ 2,5 bilhão no 2T21, alta de 439%

Eletrobras obteve lucro líquido de R$ 2,5 bilhões no segundo trimestre do ano, alta de 439% na comparação anual. O lucro líquido recorrente, que considera ajustes não mencionados nos destaques, teve alta de 601% no período, para R$ 4,5 milhões na mesma base de comparação.

O lucro do 2T21 foi impactado positivamente pelos resultados em transmissão, em decorrência da Revisão Tarifária Periódica com efeitos a partir de julho de 2020 e pela melhora nos resultados de geração devido, principalmente, ao aumento do volume e preços praticados e novos contratos bilaterais do ACL e maior receita no mercado de curto prazo decorrente da liquidação na CCEE devido ao aumento do preço do PLD, e negativamente pelas provisões para contingências de R$ 1.099 milhões, com destaque para R$ 600 milhões relativos ao empréstimo compulsório.

A receita operacional líquida atingiu R$ 7,959 milhões no 2T21, um crescimento de 49%, influenciada pelo efeito na receita de transmissão da revisão tarifária, melhor performance nos contratos bilaterais e maior de receita de liquidação junto à CCEE.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – avançou 61,7% na mesma comparação, para R$ 3,222 bilhões. O Ebtida recorrente apresentou aumento de 116%, de R$ 2.219 milhões no 2T20 para R$ 4.794 milhões no 2T21.

ELETROBRAS PNB (BOV:ELET6)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2021 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos ELETROBRAS PNB.
ELETROBRAS PNB (BOV:ELET6)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2020 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos ELETROBRAS PNB.