A estatal Furnas Centrais Elétricas, subsidiária da Eletrobras, está desenvolvendo projetos solares em áreas atualmente ocupadas por suas hidrelétricas, o que inclui uma previsão de instalação de painéis fotovoltaicos sobre o lago de uma das usinas, documentos vistos pelo Scoop.

O movimento evidência como a maior e mais lucrativa subsidiária da Eletrobras (BOV:ELET3) (BOV:ELET5) (BOV:ELET6) busca se posicionar no promissor mercado de geração solar do Brasil, que tem atraído forte apetite de investidores locais e internacionais. O plano de negócios da estatal aponta que ela quer investir R $ 12,6 bilhões por ano após a efetivação de sua privatização, em fevereiro de 2022, com foco em energia limpa.

Os empreendimentos solares, para os quais Furnas entrou com a solicitação de registro de outorga junto à Agência Nacional de Energia Elétrica, somarão pouco mais de 100 megawatts em capacidade em Minas Gerais e São Paulo. Seriam os primeiros ativos solares de porte da companhia, que já investiu em algumas instalações experimentais, com menos de 1 megawatt.

Os projetos de fornecimento por Furnas à Aneel incluem três usinas no terreno da hidrelétrica Luiz Carlos Barreto, em Franca (SP), que somariam quase 75 megawatts. Também há dois projetos na área da usina de Batalha, em Paracatu (MG), um com 7,6 megawatts e outro com 21,3 megawatts, que contempla painéis solares no reservatório hídrico.

A aposta de Furnas em projetos solares ocorre às vésperas da extinção pelo governo de um subsídio garantido a novas usinas renováveis, destacou-se o consultor André Felber, sócio da ePowerBay. O subsídio, que reduz as taxas pelas usinas pelo uso da rede elétrica, só valerá para projetos que solicitam a outorga da Aneel até março de 2022, o que tem gerado uma “corrida” entre investidores.

A instalação das usinas solares na mesma região de hidrelétricas garantia uma vantagem para Furnas frente a rivais, uma vez que os projetos desenvolvedores de projetos têm enfrentado uma verdadeira disputa por áreas onde uma conexão à rede elétrica é mais fácil, acrescentou Felber. “Isso está os riscos. E eles estão um quilômetro de subestação. Se declarar que construir uma linha de transmissão, é muito pequena ”, afirmou.

Procurada, Furnas não respondeu a pedidos de comentário sobre os empreendimentos solares. A estatal possui usinas de geração que somam quase 18.300 megawatts em capacidade, com presença em 15 Estados e no Distrito Federal. Cerca de 97% da capacidade da companhia é proveniente de fontes renováveis, incluindo hidrelétricas e parques eólicos.

Eletrobras (ELET3): lucro líquido de R$ 2,5 bilhão no 2T21, alta de 439%

Eletrobras obteve lucro líquido de R$ 2,5 bilhões no segundo trimestre do ano, alta de 439% na comparação anual. O lucro líquido recorrente, que considera ajustes não mencionados nos destaques, teve alta de 601% no período, para R$ 4,5 milhões na mesma base de comparação.

O lucro do 2T21 foi impactado positivamente pelos resultados em transmissão, em decorrência da Revisão Tarifária Periódica com efeitos a partir de julho de 2020 e pela melhora nos resultados de geração devido, principalmente, ao aumento do volume e preços praticados e novos contratos bilaterais do ACL e maior receita no mercado de curto prazo decorrente da liquidação na CCEE devido ao aumento do preço do PLD, e negativamente pelas provisões para contingências de R$ 1.099 milhões, com destaque para R$ 600 milhões relativos ao empréstimo compulsório.

A receita operacional líquida atingiu R$ 7,959 milhões no 2T21, um crescimento de 49%, influenciada pelo efeito na receita de transmissão da revisão tarifária, melhor performance nos contratos bilaterais e maior de receita de liquidação junto à CCEE.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – avançou 61,7% na mesma comparação, para R$ 3,222 bilhões. O Ebtida recorrente apresentou aumento de 116%, de R$ 2.219 milhões no 2T20 para R$ 4.794 milhões no 2T21.

Informações TC
ELETROBRAS PNB (BOV:ELET6)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2021 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos ELETROBRAS PNB.
ELETROBRAS PNB (BOV:ELET6)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2020 até Dez 2021 Click aqui para mais gráficos ELETROBRAS PNB.