Randon registrou lucro líquido de R$ 153,2 milhões no quarto trimestre, queda de 68,8% na comparação anual.

A receita líquida somou R$ 2,5 bilhões no 4T21, aumento de 40,7% no comparativo com o 4T20 e de 2,3% em relação ao 3T21, reflexo do bom volume de vendas e da recomposição de preços dos produtos vendidos.

O avanço da receita líquida foi impulsionado pela demanda aquecida nos mercados de atuação da companhia, com destaque para semirreboques e autopeças para OEMs; receitas de novas empresas adquiridas (R$ 71,6 milhões); maior volume de vagões ferroviários vendidos; câmbio favorável às exportações e reajuste dos preços dos produtos vendidos, para mitigar os efeitos da inflação.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – consolidado foi de R$ 258,8 milhões nos últimos três meses do ano passado. O valor representa um recuo de 61,3% quando comparado ao quarto trimestre de 2020. No acumulado de 2021, somou R$ 1,3 bi, crescimento anual de 10,7%.

Segundo a empresa, o Ebitda de outubro a dezembro do ano passado foi penalizado por não recorrentes que somaram R$ 33,7 milhões. A Randon cita ainda a pressão inflacionária nas matérias-primas e no custo da mão de obra, ajustes de inventários das operações. Assim como menos dias trabalhados devido a feriados, período de férias e festas de final de ano e desconto previsto em contrato concedido a cliente.

As receitas do mercado externo, compostas pelas exportações a partir das unidades brasileiras e pelas vendas das empresas controladas situadas no exterior, ambas com a eliminação das vendas intercompany, somaram US$ 91,1 milhões no 4T21, aumento de 53,5% em comparação com o 4T20 (US$ 59,4 milhões). No comparativo com o 3T21, este indicador apresentou avanço de 5,3%.

Já a margem bruta consolidada ficou em 23,5% no quarto trimestre de 2021, redução de 3,2 pontos porcentuais no comparativo anual, principalmente em função do aumento de custos de materiais e de mão de obra.

Os resultados da Randon (BOV:RAPT3) (BOV:RAPT4) referente suas operações do quarto trimestre de 2021 foram divulgados no dia 25/02/2022. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO

BTG Pactual 

Os resultados do 4º trimestre da Randon ficaram em sua maioria acima dos nossos números (estávamos próximos do consenso), embora poluído e afetado por eventos não recorrentes. Mais precisamente, a receita líquida chegou a R$ 2,5 bilhões (+41% a/a, 8% acima de nossa estimativa) e o EBITDA foi de R$ 259 milhões, gerando uma margem de 10,2%. Excluindo os impactos não recorrentes de R$ 34 milhões, o EBITDA ajustado atingiu R$ 292 milhões (+5% a/a; em linha), gerando uma margem de 11,5% (-400bps a/a; 140bps abaixo de nossa estimativa).

Nós sinalizamos que a margem a/a menor já era esperada dadas as pressões inflacionárias no custo dos produtos vendidos e a sazonalidade do 4º trimestre.

Por fim, o lucro líquido foi de R$ 153 milhões (vs. R$ 127 milhões). Além do impacto não recorrente do EBITDA, o lucro líquido teve um aumento de R$ 13 milhões com o reconhecimento de impostos diferidos sobre prejuízos fiscais.

Esperamos que os investidores reajam positivamente à sólida divulgação de guidance da Randon e resultados decentes no quarto trimestre, especialmente considerando o cenário de aumento dos preços de insumos.

Nossa tese de investimento na Randon permanece intacta, combinando um cenário sólido de curto prazo (forte demanda de reboques e margens sustentavelmente maiores) com uma perspectiva de longo prazo promissora (mais automação, maior relevância da divisão de autopeças, inovação contínua e melhor alocação de capital).

A Randon continua sendo nossa escolha principal no setor de bens de capital sendo negociada a um valuation barato de 8,1x Preço/ Lucro em 2022.

BTG Pactual tem recomendação de compra com preço-alvo de R$ 20,00…

Itaú BBA

A Randon, que atua nos segmentos de implementos rodoviários, autopeças e serviços financeiros, reportou resultados neutros no quarto trimestre, com sólidos volumes entregues e receita elevada, apesar de uma diminuição nas margens devido à pressão inflacionária nos custos.

No entanto, a projeção (guidance) da empresa para este ano surpreendeu e deixou uma mensagem positiva para o morno resultado no quarto trimestre.

As projeções da companhia para o fim do ano de 2022 indicam uma receita líquida entre R$ 9,5 bilhões e R$ 11 bilhões (5% e 21% de crescimento ano contra ano, respectivamente); margem Ebitda, que mede a rentabilidade da empresa, variando de 13% a 16% (comparada com a margem Ebitda ajustada de 14,8% em 2021), implicando em um resultado operacional (Ebitda) entre R$1,2 bilhão e R$ 1,8 bilhão; e investimentos em bens de capital de R$ 340 milhões a R$ 370 milhões.

Em nosso último modelo divulgado, estimamos para 2022 receitas líquidas de R$ 9,3 bilhões, Ebitda de R$ 1,3 bilhão (6% maior que o menor valor da projeção da companhia); e investimentos em bens de capital de R$ 335 milhões. Assim, enxergamos que pode haver algum espaço para revisarmos nossas expectativas para cima.

Itaú BBA mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 16,00…

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters
RANDON PART PN (BOV:RAPT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2022 até Set 2022 Click aqui para mais gráficos RANDON PART PN.
RANDON PART PN (BOV:RAPT4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2021 até Set 2022 Click aqui para mais gráficos RANDON PART PN.