A Marcopolo registrou lucro líquido de R$ 65,2 milhões no quarto trimestre de 2021, queda de 52,1% ante o mesmo período do ano anterior.

A receita operacional líquida alcançou R$ 1,084 bilhão de outubro a dezembro, com crescimento de 4,7% ante o quarto trimestre de 2020. No ano, porém, a empresa registrou recuo de 2,5%, totalizando R$ 3,499 bilhões.

O aumento da receita nos mercados externos reflete diretamente a melhor performance das operações internacionais. Praticamente todas as operações apresentaram incremento no trimestre, beneficiando-se da reabertura econômica e uma fraca base de comparação com o 4T20.

O segmento Volare também aumentou sua representatividade, fomentado pela boa performance do mercado de micros ao longo da pandemia e do início das entregas ao programa Caminho da Escola.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – foi de R$ 74,4 milhões nos últimos três meses do ano, com margem de 6,9%, recuo de 50,2% e 7,5 pontos porcentuais ante o registrado um ano antes. No acumulado de 2021, o Ebitda apresentou crescimento de 24,2%, somando R$ 333,5 milhões e margem de 9,5% (alta de 2 pontos porcentuais).

A produção consolidada foi de 3.031 unidades no 4T21. No Brasil, a produção atingiu 2.196 unidades, 19,5% inferior à do 4T20, enquanto no exterior a produção foi de 835, 113,6% superior às unidades produzidas no mesmo período do ano anterior.

A queda na produção no 4T21 na comparação com o 4T20 é explicada pela influência da pandemia sobre as vendas do 3T21, por um menor volume de produção voltado ao programa federal Caminho da Escola na comparação trimestral, bem como pela falta de determinados componentes, especialmente semicondutores e chassis.

O destaque do trimestre foi o incremento de volumes produzidos nas operações internacionais, especialmente na Argentina e no México.

As despesas com vendas totalizaram R$ 60,5 milhões no 4T21, ou 5,6% da receita líquida, contra R$ 51,8 milhões no 4T20, 5,0% sobre a receita líquida.

A participação de mercado da Marcopolo na produção brasileira de carrocerias foi de 53,3% no 4T21 contra 56,0% no 4T20.

Os resultados da Marcopolo (BOV:POMO3) e (BOV:POMO4) referentes suas operações do quarto trimestre de 2021 foram divulgados no dia 25/02/2022. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO

BTG Pactual 

Os números do 4º trimestre da Marcopolo ficaram um pouco acima de nossas estimativas, com receita líquida de R$ 1,1 bilhão (+5% a/a; em linha) e EBITDA de R$ 74 milhões (vs. R$ 149 milhões no 4T20), com margem de 7%, impulsionada por R$ 13 milhões em itens não recorrentes: (i) prejuízo de R$ 17 milhões referente à provisão para devedores duvidosos; e (ii) ganho de R$ 30 milhões na venda da Marcopolo Rio.

O EBITDA ajustado foi de R$ 62 milhões (30% acima de nossa estimativa). Por último, o lucro líquido foi de R$ 65 milhões (vs. R$ 136 milhões no 4T20 e nossos R$ 19 milhões), também impulsionado pelos mesmos efeitos não recorrentes relacionados ao EBITDA e um ganho de imposto diferido de R$ 29 milhões, decorrente da exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/COFINS no 2T21.

BTG Pactual tem recomendação de neutra com preço-alvo de R$ 3,00…

Itaú BBA

A Marcopolo, fabricante de carrocerias de ônibus, registrou no quarto trimestre o primeiro balanço com crescimento na receita líquida em relação ao trimestre anterior desde o início da pandemia. Esta melhora ocorreu devido à retomada de entregas de carrocerias de ônibus aos níveis do quarto trimestre de 2020, sustentado por exportações e operações internacionais.

Entretanto, a Marcopolo destacou que a escassez de chassis de ônibus e de semicondutores seguem sendo entraves para uma retomada mais acelerada.

A margem Ebitda, uma medida de rentabilidade da empresa, também apresentou boa recuperação em base trimestral, mas ressaltamos que ainda vemos espaço para melhorias no aumento do volume de entregas e uma estrutura operacional mais enxuta do que o período pré-pandemia.

Em relação às perspectivas da companhia para os próximos períodos, destacamos uma visão otimista em relação à cinco pontos. O primeiro deles é a maior representatividade de ônibus rodoviários e exportações nos volumes consolidados, dois fatores que colaboram para a lucratividade da empresa; em segundo, apontamos o programa Caminho da Escola (licitação vencida pela Marcopolo na qual estão previstas entregas de milhares de carrocerias ao longo de 2022).

O terceiro destaque é em relação aos subsídios para operadores de ônibus urbanos no Brasil. Além disso, ressaltamos também a implementação de novas regras de emissões de poluentes a ser adotada em 2023 (“Euro 6”), que encarecerá os preços dos ônibus a partir daquele ano e, portanto, incentivará a compra antecipada destes veículos em 2022.

E, por último, destacamos a tendência de eletrificação dos ônibus, dado que a companhia apresenta bons produtos em seu portfólio para atender a esta demanda.

Itaú BBA mantém recomendação neutra com preço-alvo de R$ 3,00…

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

 

MARCOPOLO PN (BOV:POMO4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos MARCOPOLO PN.
MARCOPOLO PN (BOV:POMO4)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos MARCOPOLO PN.