A Embraer registrou lucro líquido ajustado de R$ 372,2 milhões no quarto trimestre de 2021, revertendo prejuízo de R$ 70,3 milhões do quarto trimestre de 2020. O lucro atribuído a acionistas ficou em R$ 11,1 milhões, contra resultado negativo de R$ 7,7 milhões do mesmo período do ano anterior.

A receita líquida entre outubro e dezembro foi de R$ 7,824 bilhões e de R$ 22,6 bilhões em todo o ano. No quarto trimestre de 2020 a receita foi de R$ 9,812 bilhões e, neste ano inteiro, de R$ 19,64 bilhões.

Da receita do último quarto trimestre, a aviação comercial ficou responsável por R$ 2,3 bilhões, a executiva por R$ 2,5 bilhões e o setor de defesa e segurança por R$ 639 milhões. Serviços e suporte somaram R$ 1,7 bilhão. Todos os setores registraram crescimento de receita em 2021.

Os valores da receita foram impactados positivamente pela divisão de aviação comercial, com um aumento de 31,5% na receita, para R$ 7,1 bilhões, no acumulado do ano.

“A aviação comercial reportou um crescimento de receita de 23% no ano, para R$ 7.132,6 milhões devido ao aumento nas entregas de E195-E2, bem como pelos preços mais altos. A família de E-Jets E2 (especialmente o E195-E2) representou 44% das entregas em 2021, em comparação aos 25% do total de entregas em 2020″, afirma o texto divulgado pela Embraer.

A fabricante de aeronaves entregou 55 jatos no quarto trimestre, entre os quais 16 aeronaves comerciais e 39 jatos executivos (26 leves e 13 médios). Em 2021, um total de 141 jatos foram entregues, englobando 48 aeronaves comerciais e 93 jatos executivos (62 leves e 31 médios).

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – ficou positivo em R$ 342,3 milhões no quarto trimestre, comparável a R$ 548,1 milhões positivos no mesmo período de 2020. Ajustado, o Ebitda alcançou R$ 326,1 milhões, frente a R$ 406,8 milhões um ano antes. Em 2021, o Ebitda ajustado alcançou R$ 891 milhões, contra R$ 523,7 milhões negativos em 2020, com margem de 3,9%.

“O Ebitda ajustado no quarto trimestre foi impactado pela despesa de R$ 49,9 milhões decorrente do programa OneEmbraer, que visa a reintegração do negócio de Aviação Comercial e seus serviços relacionados, em conexão com a parceria estratégica, agora encerrada, com a Boeing”, explicou a companhia.

No ano, a companhia ainda registrou uma série de outros efeitos não recorrentes – o prejuízo líquido ajustado em 2021 foi de R$ 162,6 milhões enquanto o resultado líquido foi de R$ 274,8 milhões. Entre os “itens especiais”, destaque para o ganho de R$ 318,6 milhões de reversão de impairment da aviação executiva e para o gasto de R$ 254,8 milhões em impairment de ativos mantidos para venda.

A Embraer registrou fluxo de caixa livre ajustado positivo no 4T21, de R$ 1,677 bilhão, um aumento significativo no ano a ano, que ficou negativo em R$ 4,757,8 bilhões em 2020, “principalmente em função do forte impacto causado pela pandemia da Covid-19 em 2020 e à melhora em 2021 do resultado líquido, e a disciplina contínua com relação ao capital de giro, em particular os Estoques, além dos adiantamentos de clientes”.

A empresa reiterou suas estimativas financeiras e de entregas para 2021, sendo 45 a 50 jatos comerciais e de 90 a 95 jatos executivos, e uma receita líquida consolidada de US$ 4 a US$ 4,5 bilhões.

A Embraer encerrou dezembro com uma posição de dívida líquida de R$ 7,7 bilhões, em comparação aos R$ 9,8 bilhões ao final do terceiro trimestre e aos R$ 8,8 bilhões em dezembro de 2020. “Essa queda da dívida líquida foi resultado da geração significativa de fluxo de caixa livre no trimestre”, comentam.

Guidance

A Embraer informou seu guidance para 2022, sem a Eve, subsidiária de mobilidade aérea urbana. A previsão é de entregas de jatos comerciais de até 70 aeronaves e entregas de jatos executivos de até 110 aeronaves.

A companhia projeta receita líquida consolidada em 2022 de US$ 4,5 bilhões a US$ 5 bilhões , portanto com crescimento ante os US$ 4,2 bilhões registrados em 2021.

A margem operacional ajustada deve ficar entre 3,5% e 4,5%, também acima dos 3,9% apurados no ano passado. Para a margem Ebitda ajustada, a fabricante de aeronaves trabalha com o intervalo de 8% a 9%, abaixo da margem de 9,3% apurada em 2021.

O fluxo de caixa livre projetado é de R$ 50 milhões para o período.

Os resultados da Embraer (BOV:EMBR3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2021 foram divulgados no dia 09/03/2022.

Teleconferência

Durante teleconferência com analistas, o CEO da Embraer (EMBR3), Francisco Gomes Neto, disse que a companhia aderiu às sanções econômicas internacionais aplicadas contra a Rússia em resposta à invasão da Ucrânia.

Nesta quarta, a Embraer suspendeu fornecimento de peças, manutenção e suporte técnico para Rússia, Belarus e regiões da Ucrânia “em cumprimento às sanções impostas pelas leis das jurisdições”. Conforme ele, porém, o conflito “não deve trazer interrupções de materiais a médio prazo”.

Impacto nas projeções
A Embraer (EMBR3) destacou que o cenário geopolítico ainda impacta pouco nas projeções (guidances) de 2022. Segundo Antônio Carlos Garcia, vice-presidente e CFO da companhia, porém, há preocupações maiores com a cadeia de fornecimentos desde o quarto trimestre do ano passado.

Segue o executivo: “estamos vendo um tipo de disfunção, principalmente falta de material, mão-de-obra qualificada. A gente entende que é um cenário de risco, que a gente acredite que deve melhorar”.

As projeções para 2022 divulgadas pela Embraer em seu relatório de resultados de 2021, relatam entregas de jatos comerciais de 60 a 70 aeronaves; entregas de jatos executivos de 100 a 110 aeronaves; receita líquida entre US$ 4,5 a US$ 5 bilhões; margem Ebit ajustada de 3,5% a 4,5%; margem Ebitda ajustada de 8,0% a 9,0%; e fluxo de caixa livre com geração de US$ 50 milhões ou mais no ano.

Falta de peças
Antônio Carlos Garcia acrescentou que a situação hoje tem flexibilidade muito restrita e independe do modelo do aviação a ser produzido. “Está faltando tanta peça hoje”, segundo o executivo, que os fornecedores perguntam: “Que peça você precisa mais agora?. Não dá para conseguir tudo. Está no conta-gotas”.

Segundo ele, isso não e só com a Embraer. “Como o nosso volume é menor do que Boeing e Airbus, talvez eles estejam como mais dificuldade que a gente. O desafio é entregar o que está na guidance”, afirma.

Francisco Gomes Neto, CEO da Embraer (EMBR3), disse ainda que com relação aos fornecedores, a companhia está “trabalhando forte nisso, mas o cenário não está sendo favorável”.

Pandemia
De acordo com Francisco Gomes Neto, CEO da Embraer (EMBR3), a empresa estava observando aumento de passageiros por causa de menor inibição causada pela pandemia.

“Agora vem três impactos que pode complicar: aumento do combustível, com aumento das passagens, afetando a demanda; a própria guerra com as restrições de voo e um pouco a falta de pilotos, a ser resolvido a médio prazo”, disse a analistas nesta quinta (10) por meio de teleconferência.

Esse cenário, segundo ele, afeta mais os voos de longa distância do que os domésticos.

VISÃO DO MERCADO

Ágora Investimentos

Para o 4T21 a Embraer registrou uma receita líquida de US$ 1,3 bilhão (-29% em base anual, -38% em relação ao 4T19), EBITDA ajustado de US$ 107 milhões (-26% em base anual, +63% em relação ao 4T19) e lucro líquido de US$ 2 milhões (vs. -US$ 3 milhões no 4T20 e -US$ 210 milhões no 4T19).

Atualizamos nosso modelo de valuation incorporando os resultados do 4T21 e o guidance de 2022. Nossa recomendação de Compra é baseada em: 1) preço das ações da Embraer poderia ter alta de 55% com o preço de mercado do valuation da Eve de US$ 2,9 bilhões; e 2) forte desempenho operacional do legado da Embraer.

Incorporamos os resultados do 4T21 e o guidance de 2022 em nosso modelo. Como resultado, aumentamos nossas estimativas de entrega de aeronaves 2022 para 65 aeronaves comerciais e 105 jatos executivos (60 e 99 aeronaves em nosso modelo anterior), que é o ponto médio do guidance. Também ajustamos nossa receita líquida e margem EBIT de 2022 em 0,7% e -0,8 p.p., respectivamente, a fim de atender à orientação da empresa, o que explica nossas revisões das estimativas de 2023

Ágora mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 37,00.

Ativa Investimentos

Com os resultados do 4T, Embraer entregou todos os itens de seu guidance assumido para 2021. No entanto, a companhia apresentou no trimestre uma receita inferior às nossas expectativas em função de menores entregas de aeronaves comerciais e seu desempenho em Defesa & Segurança, efeitos compensados em parte pelo registro de custos e despesas inferiores às nossas expectativas.

Com seu Ebitda em linha às nossas projeções e um lucro líquido tendo sido menor que o esperado frente a obtenção de um resultado financeiro mais oneroso que nossas expectativas, recebemos o resultado da companhia de forma neutra, saudando Embraer pela sua recuperação operacional e financeira em 2021, mas temendo por um cenário ainda desafiador e deflagrado pelo lançamento de um guidance ainda tímido para o corrente ano.

Forte no segmento executivo e em Serviços & Suporte, Embraer fechou 2021 com um 4o tri levemente menos potente do que prevíamos, mas ainda assim conseguiu entregar todos os seus compromissos assumidos durante o ano. Apesar da realidade atual já ser completamente diferente daquela encontrada ao término da frustrada tentativa de combinação de negócios com a Boeing e a chegada da pandemia, enxergamos uma série de desafios para a companhia ao longo de 2022, sobretudo em seu segmento comercial e de defesa. Desta forma, preferimos, por ora, reafirmar nossa posição neutra aos seus papéis.

Ativa Investimentos tem recomendação neutra com preço-alvo de R$ 24,00…

Bradesco BBI

Para o Bradesco BBI a Embraer teve um “trimestre forte, com guidance para 2022 confirmando as perspectivas positivas”.

O Bradesco BBI destaca geração de caixa livre de US$ 453 milhões no 4T21, encerrando o ano com uma geração de caixa também positiva de US$ 292 milhões e superando o guidance para 2021 de > US$ 100 milhões. O sólido desempenho veio com 29% menos entregas de aeronaves em relação aos níveis de 2019 (pré-pandemia), o que sugere que a nova equipe C-Level da Embraer conseguiu transformar a empresa com uma estrutura de custos mais enxuta e financiamento de capital de giro mais eficiente.

Para analistas do BBI, o preço das ações da Embraer pode subir 55% com os preços de mercado na avaliação de US$ 2,9 bilhões da Eve e forte desempenho operacional da companhia. Assim, eles mantêm classificação outperform para Embraer, e preço-alvo de US$ 26,00.

BTG Pactual

A Embraer reportou resultados mais fracos do que o esperado para o quarto trimestre de 2021, bem como previsões aquém das expectativas para o ano de 2022 como um todo, enquanto o setor aéreo se recupera gradualmente, de acordo com o BTG Pactual, em relatório.

Os analistas Lucas Marquiori, Fernanda Recchia e Aline Gil escrevem que a receita líquida totalizou US$ 1,3 bilhão, queda de 29% em base anual e 19% abaixo da previsão do BTG, enquanto o lucro operacional antes de juros e impostos foi de US$ 61 milhões, com margem de 9%. Os números foram impactados positivamente por US$ 34 milhões em itens especiais, destacam.

A Embraer também divulgou que as entregas devem ficar na faixa de 60 e 70, ante a projeção do BTG de 87, enquanto a aviação executiva deve entregar entre 100 e 110 unidades, ante estimativa de 97 do banco.

Já a previsão da empresa para a receita é de entre US$ 4,5 bilhões e US$ 5,0 bilhões, abaixo da previsão de US$ 5,7 bilhões do BTG. A margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), por sua vez, deverá ser de entre 8% e 9%, ante previsão de 9% do banco.

“Embora a nova orientação aponte para números mais suaves do que o esperado, também observamos que a empresa já estava orientando para um aumento de entrega mais gradual para 2022, à medida que o setor aéreo se recupera lentamente da pandemia”, dizem os analistas.

BTG Pactual mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 20,00…

UBS

Os resultados da Embraer no quarto trimestre ficaram ligeiramente abaixo das expectativas, com vendas mais fracas em defesa e segurança, enquanto o mix mais fraco em aviação comercial e aviação executiva também pesou um pouco, avalia o UBS, em relatório.

Os analistas Myles Walton, Louis Raffetto e Rogerio Araujo escrevem que o lucro antes de juros e impostos (Ebit) de US$ 56 milhões veio abaixo da previsão de US$ 78 milhões, com vendas de US$ 1,3 bilhão em comparação com as estimativas de US$ 1,41 bilhão.

“Enquanto as margens de 4,3% foram fracas, elas aumentaram sequencialmente (3,7% no terceiro trimestre) apesar de uma baixa contábil no programa KC-390 dado reajuste de contrato com o governo brasileiro”, escrevem os analistas.

No geral, a Embraer teve vendas de US$ 4,2 bilhões em 2021, em comparação com a projeção da empresa de entre US$ 4 bilhões e R$ 4,5 bilhões, enquanto as margens do ano chegaram a 4%, ante previsão de entre 3% e 4%.

Segundo os analistas, a projeção de vendas da empresa para 2022 ficou em linha com o esperado, enquanto a previsão de margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de entre 8% e 9% ficou menor que a projeção do UBS de 10,7%.

Da mesma forma, o fluxo de caixa livre de US$ 50 milhões ou menor parece mais suave, especialmente devido aos comentários recentes da administração que colocariam o dinheiro mais perto de entre US$ 100 milhões e US$ 200 milhões, embora parte do caixa possa ser pontual, dado o quão forte foi no quarto trimestre, dizem os analistas.

UBS mantém recomendação de compra com preço-alvo de US$ 26…

XP

As estimativas da Embraer para o lucro operacional e receitas em 2022 são mais fracas do que o esperado e podem resultar em uma revisão baixista para as ações da companhia, avalia a XP.

Em relatório, os analistas Lucas Laghi e Pedro Bruno comentam que a previsão da Embraer de receita líquida de US$ 4,75 bilhões está 11% abaixo da projeção da XP e consenso de mercado.

“A empresa espera também margens Ebitda e Ebit ajustadas de 8% a 9% e de 3,5% a 4,5% [respectivamente]. Esses números estão 1 ponto percentual abaixo da nossas expectativas e do consenso”, reforçam.

Em relação aos resultados do quarto trimestre de 2021, eles ressaltam o forte desempenho do fluxo de caixa, com geração de caixa livre de US$ 452 milhões.

Laghi e Bruno destacam que isso resultou em uma geração anual de caixa de US$ 292 milhões, bem acima das indicações anteriores da empresa de US$ 100 milhões. “O que suportou a redução da alavancagem para atingir 3,5 vezes [a relação] dívida líquida/Ebitda ante 5,6 vezes em 2019”, dizem.

Em contrapartida, a equipe da XP pondera que o desempenho da divisão de aviação comercial teve rentabilidade morna, com margem bruta de 5,7%, abaixo do visto um ano antes. Porém, eles esperam uma recuperação nos próximos anos.

XP tem recomendação de compra com preço-alvo de R$ 27,30…

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

EMBRAER ON (BOV:EMBR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2022 até Set 2022 Click aqui para mais gráficos EMBRAER ON.
EMBRAER ON (BOV:EMBR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2021 até Set 2022 Click aqui para mais gráficos EMBRAER ON.