A Neoenergia registrou redução de 1,45% de energia injetada no 1T22 versus o 1T21, em razão de menores temperaturas e maiores chuvas.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:NEOE3) nesta terça-feira (12).

A maior queda foi da Neoenergia Coelba, com -3,6%, seguida da Neoenergia Cosern, com -2,6%. A única alta do período foi da Neoenergia Elektro, com +2,3%.

No segmento geração eólica, a companhia registrou no 1T22 disponibilidade conforme programado (acima de 97%). Os ventos no 1T22 foram maiores (+28,53%) em relação ao 1T21.

No segmento geração hídrica, no geral, o cenário de afluência na maioria das bacias para o 1T22 foi superior ao registrado no 1T21, devido às altas incidências de chuvas nas áreas das hidrelétricas.

Informações FinanceNews

NEOENERGIA ON (BOV:NEOE3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2022 até Dez 2022 Click aqui para mais gráficos NEOENERGIA ON.
NEOENERGIA ON (BOV:NEOE3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2021 até Dez 2022 Click aqui para mais gráficos NEOENERGIA ON.