A Eletrobras recebeu a carta de renúncia de 9 membros de seu conselho de administração.

“Mediante a concretização dos eventos finais e necessários à desestatização da companhia, fato este que trará novas oportunidades de investimento e de expansão de suas atividades, resta evidente que cabe agora a este Conselho de Administração, após profundas e efetivas contribuições ao processo, propiciar que a nova composição societária – definida sem a figura de um acionista controlador – venha a formatar um novo colegiado”, escrevem os conselheiros na carta.

O conselho de administração é composto por 11 membros, sendo que, atualmente, uma posição se encontra vaga.

Uma das vagas é ocupada pelos representantes dos empregados da companhia, que possui processo de eleição em separado, de acordo com o Estatuto Social, e que não apresentou renúncia.

Rodrigo Limp, atual presidente da Eletrobras (BOV:ELET3) (BOV:ELET5) (BOV:ELET6), apresentou renúncia somente para o cargo de conselheiro de administração.

Os conselheiros que renunciaram permanecerão no cargo até a posse dos novos conselheiros, que deverão ser eleitos em assembleia geral extraordinária (AGE).

A companhia informou ainda que adotará as providências necessárias para a convocação da AGE.

VISÃO DO MERCADO

Moody’s 

A Moody’s classifica a renúncia de nove membros do conselho de administração da como um “evento esperado” após a privatização da empresa. A agência diz entender que a privatização provavelmente vai melhorar a governança corporativa da companhia devido ao controle amplamente distribuído e a uma maior autonomia de tomada de decisão da administração, já que o governo não terá mais uma maioria de votos diretos, tendo menos influência nos investimentos futuros da empresa e nas decisões de negócios.

Informações FinanceNews

ELETROBRAS PNB (BOV:ELET6)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jul 2022 até Ago 2022 Click aqui para mais gráficos ELETROBRAS PNB.
ELETROBRAS PNB (BOV:ELET6)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2021 até Ago 2022 Click aqui para mais gráficos ELETROBRAS PNB.