As vendas no varejo em agosto de 2022 cresceram 2,8%, descontada a inflação, em comparação com igual mês de 2021, destacou a Cielo.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CIEL3) nesta terça-feira (13).

Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) apresentou alta de 15,8%.

“Os efeitos de calendário beneficiaram o resultado. Isso ocorreu porque houve uma quarta-feira a mais, dia em que as vendas costumam ser mais intensas, e um domingo a menos, data em que o comércio está menos aquecido, que em agosto de 2021”, explicou a Cielo.

Sem considerar esses efeitos, o varejo apresentou crescimento nominal de 14,4%.

Na comparação deflacionada, o crescimento nas vendas foi de 1,5%.

Na avaliação de Diego Adorno, gerente de Produtos de Dados da Cielo, o comércio está em recuperação, potencializado pela performance de segmentos como Postos de Gasolina, Turismo e Transporte e Bares e Restaurantes.

“No caso de postos de gasolina é possível associar a aceleração do crescimento de vendas, já descontada a inflação, à queda de preços verificada recentemente. De forma geral, agosto marcou o décimo mês seguido de crescimento do varejo, algo que não ocorria desde dezembro de 2019. Ainda assim, o nível das vendas está abaixo do período pré-pandemia quando eliminados os efeitos de aumento de preços”, afirmou.

Informações FinanceNews

CIELO ON (BOV:CIEL3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2023 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos CIELO ON.
CIELO ON (BOV:CIEL3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Fev 2022 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos CIELO ON.