A Embraer anunciou a assinatura de memorandos de entendimento com as empresas aeroespaciais ASTG (Aerospace Technology of Global), EMK (EM Korea Co.) e Kencoa Aerospace, da Coreia do Sul, com o objetivo de fortalecer a colaboração com os parceiros da indústria de defesa coreana para o futuro fornecimento de peças para o C-390 Millennium.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:EMBR3) nesta quarta-feira (26).

Segundo a Embraer, aeronave concorre no programa da Aeronave de Transporte de Grande Porte II (Large Transport Aircraft – LTA II), promovido pela Administração de Programas de Aquisição de Defesa (Defense Acquisition Program Administration – DAPA).

Em nota, a empresa diz que o potencial fornecimento de peças fabricadas na Coreia do Sul contribuirá para os requisitos de compensação do Programa LTA II. Os memorandos têm como objetivo criar relações comerciais de longo prazo entre as partes que se estenderão para além do Programa LTA II. As capacidades da indústria coreana também podem levá-la a participar de desenvolvimentos futuros nas plataformas existentes da Embraer, como o C-390 Millennium, bem como em projetos de novas aeronaves, veículos e sistemas.

“A Embraer está muito confiante nos benefícios mútuos a serem obtidos com esta parceria, criando assim um relacionamento sustentável e de longo prazo com os parceiros na Coreia do Sul”, destaca em nota Jackson Schneider, presidente & CEO da Embraer Defesa & Segurança.

Desde a primeira entrega à Força Aérea Brasileira (FAB), o KC-390 Millennium tem comprovado sua capacidade, confiabilidade e desempenho. A atual frota de KC-390 da FAB é composta por cinco unidades e já ultrapassou as sete mil horas de voo em operação, com uma taxa de 99% de conclusão de missão, demonstrando excelente disponibilidade e produtividade em sua categoria.

A Embraer lembra que em junho, o Ministério da Defesa da Holanda anunciou a seleção de uma frota composta por cinco aeronaves C-390 Millennium para substituir sua atual frota de C-130 Hercules. As Forças Armadas de Portugal e as Forças de Defesa da Hungria irão iniciar as operações com o KC-390 em 2023 e 2024, respectivamente. As frotas das três nações europeias serão configuradas para reabastecimento aéreo e serem totalmente compatíveis com as operações da OTAN.

 ⇒  A Embraer pretende divulgar os resultados do 3T22 no dia 11 de novembro

Informações Broadcast

EMBRAER ON (BOV:EMBR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2023 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos EMBRAER ON.
EMBRAER ON (BOV:EMBR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Fev 2022 até Fev 2023 Click aqui para mais gráficos EMBRAER ON.