A Minerva Foods registrou lucro líquido de R$ 141,5 milhões, o valor representa alta de 95,5% ante o lucro de R$ 72,4 milhões reportado em igual período de 2021.

A receita líquida somou R$ 8,437 bilhões no terceiro trimestre deste ano, crescimento de 14,5% na comparação com igual etapa de 2021.

No acumulado do ano, a receita líquida alcançou R$ 24,1 bilhões. Nos últimos doze meses encerrados em setembro de 2022, a receita líquida consolidada totalizou R$ 31,6 bilhões, um forte crescimento de 25,8% ante o mesmo período de 2021, quebrando novamente o recorde de receita no período.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – alcançou o recorde R$ 806,2 milhões, avanço de 24,4% sobre os R$ 648,1 milhões verificados no mesmo intervalo do ano anterior. A margem Ebitda foi de 9,6%, ante 8,8% no terceiro trimestre de 2021.

As despesas com vendas, no 3T22, representaram 8,2% da receita líquida, enquanto as despesas gerais e administrativas alcançaram cerca de 3,0%. No LTM3T22, as despesas com vendas totalizaram 7,3% da receita líquida, enquanto as despesas gerais e administrativas foram de 3,1%.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 523 milhões no terceiro trimestre de 2022, uma elevação de 12,7% sobre as perdas financeiras da mesma etapa de 2021.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 1,658 bilhão no terceiro trimestre de 2022, ante R$ 1,256 bilhão da mesma etapa de 2021.

A gestão financeira da Companhia registrou novamente geração de caixa livre, sendo neste trimestre de aproximadamente R$ 536,4 milhões. Nos últimos 12 meses, a geração de caixa livre já alcança R$ 992,5 milhões.

O fluxo de caixa livre, após despesas financeiras, capex e capital de giro, totalizou R$ 601 milhões e R$ 536 milhões após o efeito caixa dos derivativos. No terceiro trimestre desse ano, o fluxo de caixa livre foi de R$ 992 milhões. Desde 2019, a companhia acumulou mais de R$ 4,5 bilhões em geração de caixa livre.

No terceiro trimestre de 2022, o volume consolidado de abate da Companhia totalizou 984 mil cabeças, um crescimento de aproximadamente 4% na base anual. O crescimento do abate é impulsionado pela consistente demanda internacional por carne bovina, além da crescente disponibilidade de animais prontos para o abate, especialmente no Brasil.

As exportações no 3T22 geraram receita de R$ 6,3 bilhões, alta de 16,5% na comparação com o 3T21. Nos últimos doze meses encerrados em setembro de 2022, a receita de exportação totalizou R$ 23,1 bilhões, expansão de 27,8% na comparação com o mesmo período de 2021.

A performance do mercado externo na operação Brasil alcançou 71,6% da receita bruta e 66,2% do volume desta origem. Já nas operações ex-Brasil (Argentina, Colômbia, Paraguai e Uruguai) as exportações representaram 72,5% da receita bruta e 65,4% do volume, no mesmo período.

  • África: A região correspondeu por 4% das exportações, nos últimos doze meses encerrados em setembro de 2022, praticamente estável quando comparado ao LTM3T21.
  • Américas: No LTM3T22, as Américas totalizaram 17% das exportações, queda de 5 p.p na comparação com o mesmo período de 2021, sendo o segundo principal destino das exportações da Minerva Foods.
  • Ásia: O continente asiático totalizou 47% do total exportado, no LTM3T22, crescimento de 4 p.p em relação ao LTM3T21, mantendo-se com o principal destino das nossas exportações. A China representou 39% das exportações da Companhia no período.
  • CEI (Comunidade dos Estados Independentes): A participação da Comunidade dos Estados Independentes, representada essencialmente pela Rússia, somou 9% das exportações no LTM3T22, estável na comparação anual.
  • Europa: No LTM3T22, a Europa representou 8% das exportações da Companhia, em linha com o período anterior.
  • NAFTA: A região foi responsável por 7% das exportações, um aumento de 2 p.p na comparação com o LTM3T21. Vale destacar que a região continua sendo representada, em sua maioria, pelos Estados Unidos, que vem aumentando sua demanda por carne bovina sul-americana.
  • Oriente Médio: Nos últimos doze meses encerrados em setembro de 2022, a região correspondeu por 8% do total exportado, permanecendo estável ante o LTM3T21.

A receita bruta do mercado interno alcançou R$ 2,7 bilhões no 3T22, crescimento de 11,5% quando comparado ao 3T21 e alta de 4,9% ante o trimestre anterior. No LTM3T22, a receita bruta do mercado interno totalizou R$ 10,4 bilhões, forte expansão de 21,8% na base anual. Vale ressaltar, que o setor é caracterizado por uma sazonalidade positiva na demanda na segunda metade do ano e consequente impacto nos níveis de consumo de carne bovina.

Os investimentos do trimestre totalizaram R$ 214,5 milhões no 3T22. Desse montante, cerca de R$ 118,0 milhões foram destinados à manutenção e R$ 96,5 milhões foram utilizados para expansão operacional, em particular nas operações fora do Brasil.

Em 30 de setembro de 2022, a dívida líquida da companhia era de R$ 6,478 bilhões, um crescimento de 11,4% na comparação com a mesma etapa de 2021.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 2,18 vez em setembro/22, queda de 0,2 vez em relação ao mesmo período de 2021.

Os resultados da Minerva Foods (BOV:BEEF3) referentes suas operações do terceiro trimestre de 2022 foram divulgados no dia 09/11/2022. Confira o Press release na íntegra!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão

MINERVA ON (BOV:BEEF3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos MINERVA ON.
MINERVA ON (BOV:BEEF3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos MINERVA ON.