A JBS admitiu que comprou 8.785 cabeças de gado de três fazendas que desmataram a Amazônia em Rondônia.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:JBSS3) nesta quinta-feira (10).

Elas pertencem a um grupo de infratores ambientais do estado, liderado por Chaules Volban Pozzebon, preso por extração ilegal de madeira, segundo reportagem publicada no UOL e realizada pela agência Repórter Brasil, em parceria com o Greenpeace Brasil e o Unearthed, braço jornalístico da ONG ambiental.

As transações ocorreram entre 2018 e 2022, sem que os sistemas de monitoramento da empresa barrassem os negócios. A JBS admitiu as compras irregulares e a participação de funcionários no esquema, que foram demitidos.

Segundo a JBS, essas compras foram registradas em seu sistema como tendo origem em outra fazenda do mesmo grupo, que não tinha problemas socioambientais. Em nota, a companhia disse que o grupo mencionado “agiu de má-fé, com a conivência de funcionários da Friboi para burlar o sistema e enviar gado produzido em fazendas com irregularidades socioambientais”.

Informações Broadcast

JBS ON (BOV:JBSS3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos JBS ON.
JBS ON (BOV:JBSS3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2022 até Jan 2023 Click aqui para mais gráficos JBS ON.