A B3 reportou um recuo de 14,8% na base anual do volume financeiro médio diário do segmento ações em agosto de 2023, caindo de R$ 29,633 bilhões para R$ 25,424 bilhões, de acordo com dados divulgados pela operadora da Bolsa brasileira.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:B3SA3) nesta quarta-feira (13).

Neste setor, a receita média por contrato (RPC) teve alta de 1,1% na base anual, para R$ 0,978, e a velocidade de giro caiu de 159,0% para 138,9%.

No segmento de derivativos, que inclui juros, câmbio e commodities, o volume médio diário de negócios subiu 39,6% em agosto na base anual e 5% em relação ao mês imediatamente anterior, ficando em R$ 6,140 bilhões.

O RPC total no segmento de derivativos caiu 33,8% ano a ano e 1,3% na base mensal.

O número de investidores pessoa física chegou a 4,806 milhões, avanço anual de 6,7%, mas queda de 10,2% frente a julho.

Já o número de empresas listadas passou de 449 para 438 em agosto, um recuo de 2,4% na base anual e de 0,7% na comparação com o mês anterior.

As novas emissões de renda fixa somaram R$ 1,603 bilhão no mês passado, um avanço de 9,3% na comparação com mesmo mês do ano anterior e de 5,9% na base mensal.

VISÃO DO MERCADO

Credit Suisse

De formal geral, o Credit Suisse avalia os dados operacionais de agosto como neutros para as ações da B3, uma vez que os números seguiram a sazonalidade de julho e permaneceram fracos em agosto.

Portanto, o Credit Suisse considera que a B3 está bem avaliada neste nível, embora com uma boa assimetria para cima, considerando um potencial aumento de impulso nas atividades dos mercados de capitais no 2º semestre de 2023 ou em 2024. Com isso, o banco suíço mantém classificação neutra e preço-alvo de R$ 16.

Bradesco BBI 

O Bradesco BBI também classificou os dados como neutros para a B3, com destaque para os volumes ainda em níveis fracos de R$ 25 bilhões e receitas de derivativos em torno de R$ 200 milhões. “Diante disso, uma reavaliação da B3 ainda parece depender em grande parte do aumento dos volumes em relação aos níveis atuais”, destaca o banco.

  • Avaliação descontada, mas analistas mantêm recomendação neutra para B3

Em termos de avaliação, a B3 está sendo negociada a 15,3 vezes Preço (P)/ Lucro (L) em 2023 e 14,0 vezes P/L em 2024, um desconto de 17% em relação ao seu P/L histórico de 18,5 vezes, bem como 10 pontos percentuais acima do desconto histórico em relação aos pares globais, que é de 32%.

Informações Infomoney
B3 SA - Brasil Bolsa Bal... ON (BOV:B3SA3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2023 até Dez 2023 Click aqui para mais gráficos B3 SA - Brasil Bolsa Bal... ON.
B3 SA - Brasil Bolsa Bal... ON (BOV:B3SA3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2022 até Dez 2023 Click aqui para mais gráficos B3 SA - Brasil Bolsa Bal... ON.