A agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmou o rating nacional de longo prazo AAA(bra) da TIM Brasil e de sua subsidiária TIM S.A., da qual possui 67,00% de participação.

Ao mesmo tempo, a agência afirmou o rating AAA(bra) da primeira emissão de debêntures com garantias da TIM Brasil. A perspectiva dos ratings corporativos foi declarada estável.

O rating reflete o forte perfil de negócios da Tim (BOV:TIMS3), como veículo de controle da terceira maior operadora de telefonia móvel do Brasil, com 24,00% de participação de mercado, e presença em serviços de telefonia fixa e banda larga.

O rating também incorpora indicadores de crédito conservadores, com baixa alavancagem e robusta liquidez, bem como expectativas de sólido fluxo de caixa livre (FCF) antes da distribuição de dividendos nos próximos cinco anos – sustentados pelo crescimento da base de clientes pós-pagos e pela receita média por usuário (ARPU – Average Revenue Per User).

De acordo com a Fitch, a operadora foi bem preparada para lidar com o competitivo e regulado setor de telecomunicações, caracterizado pelo uso intensivo de capital e pela exposição às constantes mudanças tecnológicas.

Os ratings consideram o vínculo da TIM Brasil e da TIM com sua controladora, Telecom Italia S.p.A..

A controladora detém 100% da TIM Brasil, que, por sua vez, controla 67,00% da TIM. As subsidiárias brasileiras têm perfil de crédito mais forte que sua controladora.

A perspectiva baseia-se na expectativa de que a alavancagem líquida vai permanecer abaixo de 1,0x e que a Tim vai continuar a reportar fluxos de caixa operacionais sólidos, com forte capacidade de distribuir dividendos que servirão às debêntures da Tim Brasil.

Informações Spacemoney
TIM ON (BOV:TIMS3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mar 2024 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos TIM ON.
TIM ON (BOV:TIMS3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Abr 2023 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos TIM ON.