O Santander revisou as ações das empresas do setor de petróleo, colocando a PetroRecôncavo (BOV:RECV3) como sua nova Top Pick no setor, pois vê a ação fornecendo catalisadores e resiliência.

O banco espera que o mercado se concentre em um investimento potencialmente mais baixo para 2024 e na redução do estoque de ativos fixos, o que deve impulsionar o fluxo de caixa (FCF), bem como a melhoria gradual em perspectivas operacionais e sólido potencial de dividendos. O banco mantém recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado, equivalente à compra), ainda que tenha reduzido o preço-alvo de R$ 38 para R$ 26 por ação.

A instituição financeira também disse continuar otimista em relação ao PRIO (BOV:PRIO3), dado o seu sólido histórico na revitalização de campos offshore, mas prevê algumas revisões para baixo dos lucros e falta de catalisadores para o primeiro semestre de 2024, além do relatório de reservas. O Santander reitera avaliação outperform, enquanto cortou o preço-alvo de R$ 87 para R$ 81.

Já a Enauta (BOV:ENAT3) foi elevada para outperform, assim como o seu preço-alvo subiu de R$ 19 para R$ 23, devido ao valuation atrativo (0,5 vez o múltiplo de valor da empresa sobre o Ebitda, ou lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações esperado para 2025) e em antecipação ao início das operações do FPSO Atlanta até o terceiro trimestre de 2024 (3T24), o que deve contribuir para uma forte geração de fluxo de caixa livre (FCF) no curto prazo (87% de rendimento de FCF para 2024- 25).

Para 3R Petroleum (BOV:RRRP3), o banco mantém classificação outperform, com o preço-alvo sendo cortado de R$ 59 para R$ 34, dado o valor presente líquido e possíveis melhorias na produção até 2024, tendo em vista também seu histórico e crescimento potencial da produção em Vaca Muerta.

Entre as empresas de energia Integrada da América Latina, a Petrobras (BOV:PETR4) continua a ser a preferida do Santander, impulsionada por dividendos extraordinários. Analistas estima um provento extraordinário de US$ 6,5 bilhões pela Petrobras em 2024 , que levará a um dividend yield (dividendo em relação ao preço da ação) em 2024 de 16%. O Santander mantém recomendação outperform e preço-alvo de US$ 19 por ADR (recibo de ações).

Com relação ao segmento de distribuição de combustíveis, o banco acredita que três fatores, (i) o aumento significativo nas importações de diesel no 4T23/1T24 , (ii) alterações tributárias em janeiro/fevereiro, e (iii) potencial redução nos preços dos combustíveis pela Petrobras, criam uma visão confusa das perspectivas para o setor no curto prazo.

Nesse contexto, analistas esperam que as margens de distribuição de combustíveis poderiam ser estruturalmente mais elevadas para o setor devido a uma estrutura fiscal mais simples e ao fato da Petrobras potencialmente fixar preços de combustíveis abaixo da paridade de importação, o que beneficiaria a Vibra (VBBR3) e a Ipiranga, da Ultrapar (UGPA3), mas a preferência do banco permanece pela Ultrapar, com recomendação equivalente à compra e preço-alvo de R$ 32 devido à sua estrutura de capital mais enxuta e portfólio diversificado.

Informações Infomoney
ENAUTA ON (BOV:ENAT3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mar 2024 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos ENAUTA ON.
ENAUTA ON (BOV:ENAT3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Abr 2023 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos ENAUTA ON.