O papel preferencial da Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) +0,33%, R$ 42,83 virou e há pouco rondava a máxima intraday, enquanto a ação ordinária estava em estabilidade (R$ 44,30). É o melhor desempenho entre os papéis do setor, e responde à redução das perdas do Brent (-0,11%, US$ 83,38 no contrato para abril).

O JPMorgan atualizou a estimativa para a estatal e rebaixou a projeção de Ebtida ajustado para 2024 em 1,05% (US$ 51,1 bilhões), mas elevou a de 2023 em 0,5% (US$ 53,7 bilhões).

A recomendação do banco para o ADR de Petrobras ON (PBR) é neutra com preço-alvo a US$ 18,50 — o upside é de 4,50% ante a cotação de fechamento de US$ 17,70 na sexta, quando o papel subiu 1,72%.

As junior oils caíam em bloco: Prio (BOV:PRIO3) -0,68%, R$ 45,09, Petrorecôncavo (BOV:RECV3) -0,51%, R$ 23,22 e 3R Petroleum, esta com a maior perda (BOV:RRRP3) -1,13%, R$ 29.

Informações BDM
PETROBRAS ON (BOV:PETR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Mar 2024 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos PETROBRAS ON.
PETROBRAS ON (BOV:PETR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Abr 2023 até Abr 2024 Click aqui para mais gráficos PETROBRAS ON.