02/10/2014 09:23:47 Produtos ADVFN
Fale Conosco
Cadastro Gratis Login

INPC

Produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é um dos principais indicadores brasileiro da variação mensal dos preços. O índice mede a variação do custo de vida das famílias com chefes assalariados e com rendimento mensal compreendido entre 1 e 5 salários mínimos mensais, o que representa aproximadamente 50% das famílias brasileiras.

O Índice INPC

Calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) desde 1979, o Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) é muito utilizado pelo Governo como parâmetro para o reajuste de salários em negociações trabalhistas.

O índice mede a variação de preços de um conjunto de produtos e serviços consumidos pelas famílias de baixa renda, com remuneração mensal de um a cinco salários mínimos, entre os dias 1º e 30 do mês de cada mês, abrangendo onze regiões metropolitanas do Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Goiânia e Brasília.

INPC x IPCA

Desenvolvidos pelo IBGE em 1979, INPC e IPCA são índicadores de preços calculados pelo SNIPC (Sistema Nacional de Preços ao Consumidor). O SNIPC efetua a produção contínua e sistemática de destes índices, tendo como unidade de coleta estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, concessionária de serviços públicos e domicílios (para levantamento de aluguel e condomínio).

O período de coleta dos índices estende-se, em geral, do dia 01 a 30 do mês de referência. Ambos possuem periodicidade mensal.

A população-objeto do INPC abrange as famílias com rendimentos mensais compreendidos entre 1 (um) e 5 (cinco) salários-mínimos, cujo chefe é assalariado em sua ocupação principal e residente nas áreas urbanas das regiões; Já a popolução-objeto do IPCA abrange as famílias com rendimentos mensais compreendidos entre 1 (um) e 40 (quarenta) salários-mínimos, qualquer que seja a fonte de rendimentos, e residentes nas áreas urbanas das regiões.

INPC Acumulado

Diversas negociações de reajuste de salários utilizam a variação do INPC ao longo do último ano como referência. O valor acumulado é calculado pela soma dos valores mensais ao longo dos doze últimos meses.

Mês

2010

2011

2012

2013 2014
JAN 4,36% 6,53% 5,63% 6,63% 5,39%
FEV 4,77% 6,36% 5,47%  6,77%  5,26% 
MAR 5,30% 6,31% 4,97%  7,22%   5,62% 
ABR 5,49% 6,30% 4,88%  7,16%   5,81% 
MAI 5,31% 6,44% 4,86%  6,95%  6,08% 
JUN 4,76% 6,80% 4,91%  6,97%   6,06% 
JUL 4,44% 6,87% 5,36% 6,38%  6,33% 
AGO 4,29% 7,40% 5,39%  6,07%   6,35% 
SET 4,68% 7,30% 5,58%  5,69%   
OUT 5,39% 6,66% 5,99%  5,58%   
NOV 6,08% 6,18% 5,96%  5,58%   
DEZ 6,47% 6,08% 6,20% 5,56%   

INPC Histórico

O valor anual refere-se à soma dos valores mensais acumulados de Janeiro até Dezembro de cada ano. 

Ano Acumulado
2014 4,11%
2013 5,56%
2012 6,20%
2011 6,08%
2010 6,47%
2009 4,11%
2008 6,48%
2007 5,15%
2006 2,81%
2005 5,05%
2004 6,13%
2003 10,38%
2002 14,74%
2001 9,44%
2000 5,27%
1999 8,43%
1998 2,49%
1997 4,34%
1996 9,12%

Gráfico do INPC 

Como Calcular

O período de coleta do índice estende-se, em geral, do dia 01 ao dia 30 do mês de referência. A população-objetivo abrange as famílias com rendimentos mensais compreendidos entre 1 (um) e 5 (cinco) salários-mínimos, qualquer que seja a fonte de rendimentos, e residentes nas áreas urbanas das regiões.

Importante: Até 31 de Dezembro de 2011 eram consideradas no cálculo do INPC as famílias com rendimento de 1 a 6 salários mínimos. A partir de 01 de Janeiro de 2012, o cálculo do índice passou a considerar as famílias com rendimento de 1 a 5 salários mínimos em função da elevação real da renda do brasileiro evitando, assim, a desvirtuação da faixa salarial.

Os dados são coletados junto as famílias nas regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, Brasília e Goiânia.

O índice INPC é divulgado mensalmente pelo IBGE. 

A partir de Janeiro de 2012 o INPC passou a ser calculado com base nos valores de despesa obtidos na Pesquisa de Orçamentos Familiares - POF de 2008/2009. A POF é realizada a cada cinco anos pelo IBGE em todo o território brasileiro o que permite atualizar os pesos (participação relativa do valor da despesa de um item consumido em relação à despesa total) dos produtos e serviços nos orçamentos das famílias. De Julho de 2006 à Dezembro de 2011 a base dos índices de preços ao consumidor era a POF de 2002/2003.

Verifique na tabela abaixo as últimas alterações ocorridas na POF realizada pelo IBGE:

PESO DOS GRUPOS DE PRODUTOS E SERVIÇOS

TIPO DE GASTO

ANTES DE 31/12/2011

DEPOIS DE 01/01/2012

Alimentação e Bebidas 30,67% 28,27%
Transportes 16,14% 17,30%
Habitação 16,10% 16,87%
Saúde e Cuidados Pessoais 9,01% 9,67%
Despesas Pessoais 7,16% 6,90%
Vestuário 8,36% 8,15%
Comunicação 4,56% 2,78%
Artigos de Residência 4,82% 5,64%
Educação 3,18% 4,42%
TOTAL 100,00% 100,00%

Tabela do INPC 


Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
20032,471,461,371,380,99-0,060,040,180,820,390,370,54
20040,830,390,570,410,400,500,730,500,170,170,440,86
20050,570,440,730,910,70-0,110,030,000,150,580,540,40
20060,380,230,270,120,13-0,070,11-0,020,160,430,420,62
20070,490,420,440,260,260,310,320,590,250,300,430,97
20080,690,480,510,640,960,910,580,210,150,500,380,29
20090,640,310,200,550,600,420,230,080,160,240,370,24
20100,880,700,710,730,43-0,11-0,07-0,070,540,921,030,60
20110,940,540,660,720,570,220,000,420,450,320,570,51
20120,510,390,180,640,550,260,430,450,630,710,540,74
20130,940,520,600,590,350,28-0,130,160,270,610,540,72
20140,630,640,820,780,600,260,130,18----


Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

1 site:2 br 141002 09:23