Relatório sobre os resultados operacionais e financeiros da Elekeiroz (ELEK3 e ELEK4) no 2° trimestre de 2015

Google+ LinkedIn

Em 30 de Junho de 2015, a Elekeiroz divulgou relatório sobre seus resultados operacionais e financeiros durante o segundo trimestre de 2015. As informações financeiras e operacionais contidas nesse relatório, exceto quando indicado de outra forma, são apresentadas em bases consolidadas, em reais brasileiros, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, incluindo a Legislação Societária e a convergência às normas internacionais do IFRS. As comparações realizadas neste comunicado levam em consideração o segundo trimestre de 2014, exceto quando especificado em contrário.

Elekeiroz (BOV:ELEK3 e BOV:ELEK4) atua na fabricação e distribuição de químicos como anidrido ftálico, anidrido maleico, ácido sulfúrico, ácido fumárico, ácido 2-etilhexanóico e n-butanol. A tecnologia da empresa é baseada em álcool etílico obtido da cana de açúcar. Os seus químicos são usados como matérias-primas em diversos produtos, tais como: resinas, aditivos para óleos e lubrificantes, inseticidas, herbicidas e fungicidas, cola de papel, corantes, adesivos, tintas, solventes, éter, agentes anti-espumantes e plásticos em geral. A empresa possui duas unidades industriais localizadas em Camaçari (BA) e Várzea Paulista (SP). A principal controladora da Elekeiroz é a Itaúsa – Investimentos Itaú S/A (ITSA3 e ITSA4), holding que controla, entre outras empresas, o Banco Itaú (ITUB3 e ITUB4).

 

 

Conjuntura Econômica da Elekeiroz no 2° Trimestre de 2015

A produção industrial brasileira apresentou queda de 6,9% no acumulado de janeiro a maio frente a igual período de 2014, de acordo com o  IBGE. Para a indústria de transformação essa queda foi ainda maior, 9,0%. O consumo aparente de produtos químicos no Brasil teve queda de 3,1% em igual período.

Entretanto, a produção de químicos para uso industrial (amostra Abiquim) aumentou 3,1%, fortemente influenciada pelo crescimento de 20,6% nas exportações, pois as vendas ao mercado interno caíram 2,1%.

 

 

A Receita Líquida da Elekeiroz no 2° Trimestre de 2015

A Receita Líquida da Elekeiroz (ELEK3 e ELEK4) do 2º trimestre totalizou R$ 197,6 milhões, queda de 11% em relação ao mesmo período de 2014 (R$ 222 milhões). No mercado interno, responsável por 91% das vendas, a queda foi de 6% e nas exportações a queda foi de 44%.

O acumulado do 1º semestre foi de R$ 406,8 milhões, 12% abaixo do realizado em 2014. A diminuição da Receita Líquida do mercado interno foi de 7% e das exportações, 44%.

 

 

O Lucro Bruto da Elekeiroz no 2° Trimestre de 2015

O Lucro Bruto da Elekeiroz (ELEK3 e ELEK4) no segundo trimestre de 2015 (R$ 9,7 milhões) apresentou recuperação de 105% em relação ao ano anterior (R$ 4,7 milhões), refletindo a melhora na margem, 5% no ano atual comparativamente a 2% no ano anterior.

O Lucro Bruto do semestre (R$ 20,4 milhões) é inferior ao ano anterior (R$ 21,3 milhões) em 4%, impactado por custos relativos às paradas para manutenção programadas em várias unidades no primeiro trimestre.

 

 

O Prejuízo Líquido da Elekeiroz no 2° Trimestre de 2015

A Elekeiroz (ELEK3 e ELEK4) apresentou um prejuízo líquido de – R$ 8,5 milhões no 2º trimestre de 2015 ( – R$ 3,7 milhões de prejuízo em 2014).

O prejuízo líquido do 1º semestre foi de – R$ 12,4 milhões, enquanto que em 2014 foi de – R$ 3,4 milhões.

 

 

O EBITDA da Elekeiroz no 2° Trimestre de 2015

O EBITDA da Elekeiroz (ELEK3 e ELEK4)  no 2º trimestre foi de R$ 0,1 milhão, contra R$ 1,0 milhão em 2014.

No 1º semestre foi de R$ 4,5 milhões, 60% abaixo do realizado no mesmo período do ano anterior

 

 

A Dívida Líquida da Elekeiroz no 2° Trimestre de 2015

Ao final de junho a dívida líquida da Elekeiroz (ELEK3 e ELEK4) totalizou R$ 141,9 milhões, correspondendo a 31% do Patrimônio Líquido.

 

 

Os investimentos da Elekeiroz no 2° Trimestre de 2015

Os investimentos da Elekeiroz (ELEK3 e ELEK4) alcançaram R$ 68,2 milhões no semestre. Destaque para a conclusão do projeto de interligação e adaptação da planta de gases industriais (PGE) ao complexo da empresa em Camaçari. No 2º trimestre foi realizada a parada programada de manutenção da unidade de ácido sulfúrico, que somada às paradas das unidades de anidrido ftálico, oxo-álcoois e da própria PGE, no primeiro trimestre, totaliza R$ 40,2 milhões.

 

 

A Elekeiroz no mercado de capitais

Negociada no Mercado Bovespa desde 16 de Fevereiro de 1987, a ELEK3 ainda não migrou para nenhum dos segmentos especiais de listagem da BM&FBOVESPA – Bovespa Mais, Novo Mercado, Nível 2 e Nível 1. Todos esses segmentos prezam por rígidas regras de governança corporativa e asseguram determinados direitos e garantias aos acionistas, bem como a divulgação de informações mais completas para controladores, gestores da companhia e participantes do mercado, reduzindo o risco de investimento.

Atualmente, das 14.518.150 ações ações ordinárias que compõem o capital social da Elekeiroz, 255.630 estão em circulação no mercado.

Dentre os direitos que a Elekeiroz garante ao acionista ELEK3 , estão: o direito ao dividendo mínimo obrigatório de 25% sobre o lucro líquido de cada exercício social; o direito a voto pleno; o direito a reembolso de capital; e o direito a conversibilidade de ações.

Os detentores de ações preferenciais possuem prioridade, em relação às ações ordinárias, no reembolso do capital, sem prêmio, no caso de liquidação da Elekeiroz. Porém, eventuais emissões para venda em bolsas de valores, subscrição pública e permuta por ações, em oferta pública de aquisição de controle, poderão ser efetuadas sem a observância do direito de preferência dos antigos acionistas.

Além das ações ordinárias ELEK3, o investidor também pode negociar ações preferenciais da Elekeiroz S/A na BM&FBOVESPA, através dos códigos de negociação ELEK4.

Elekeiroz S/A não possui valores mobiliários disponíveis para negociação no exterior.

Fernanda Ben estudou Marketing em Orlando (FL) e cursou Economia na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Sugestões de notícias: fernandaben@advfn.com.br

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.