Oi: Calote é iminente avalia agência

LinkedIn

A agência de classificação de riscos Fitch rebaixou o rating (nota de crédito) de longo prazo, nas escalas global e nacional, da Oi (BOV:OIBR4) em dois níveis, para C. Neste nível, o calote é iminente ou inevitável segundo a escala da agência. A Oi está negociando uma restruturação de suas dívidas com credores. As ações preferenciais das companhia despencaram 26,7% no pregão de sexta-feira, maior queda do índice Ibovespa.

Outras notícias importantes do dia

? Relatório Focus do Banco Central: PIB deve registrar contração de 3,44% em 2016, com inflação de 7,25% ao final do ano.

? As principais bolsas de valores internacionais abrem em forte alta nesta segunda-feira após sinais de que o referendo para a saída do Reino Unido da União Europeia está perdendo força.

? Segundo a Bloomberg, a Vale PN estaria em discussões para vender ativos de minério de ferro no Brasil valendo até US$ 7 bilhões.

? A MRV ON anunciou a criação de um novo programa de recompra de suas próprias ações no mercado para incrementar a geração de valor para seus acionistas. A companhia irá manter as ações em tesouraria, para cancelamento, posterior venda ou para o eventual exercício de opções de compra.

? O governo do Rio de Janeiro decretou estado de calamidade pública no Estado em razão das dificuldades financeiras com a queda na arrecadação e iminente realização das Olimpíadas.

? A Petrobras PN (BOV:PETR4) informou que o FPSO Cidade de Caraguatatuba já está no campo de Lapa, no pré-sal da Bacia de Santos. O início da operação do sistema de produção conectado ao navio-plataforma está programado para agosto, com processamento de petróleo estimado em 100 mil barris por dia.

Esta notícia foi extraída do Bom Dia ADVFN, newsletter diária divulgada pela ADVFN Brasil, em 20-06-2016. Acesse a versão completa do Bom dia ADVFN por este link: Clique aqui.

Deixe um comentário