ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Produção industrial brasileira nos últimos doze meses retraiu em onze das quinze regiões pesquisadas pelo IBGE em Maio de 2017

LinkedIn

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal (PIM) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa anualizada, indicador acumulado nos últimos 12 meses, com o recuo de 2,4% em maio de 2017 no total da indústria nacional, permaneceu com a redução no ritmo de queda iniciada em junho de 2016 (-9,7%).

Em termos regionais, onze dos quinze locais pesquisados mostraram taxas negativas em maio de 2017, mas doze apontaram maior dinamismo frente aos índices de abril último.

Os principais ganhos de ritmo entre abril e maio de 2017 foram registrados por Espírito Santo (de -11,0% para -9,3%), Paraná (de -1,2% para 0,3%), Santa Catarina (de 0,0% para 1,3%), Rio Grande do Sul (de -1,6% para -0,6%), Rio de Janeiro (de 0,9% para 1,7%) e São Paulo (de -2,6% para -1,7%), enquanto Mato Grosso (de -3,7% para -4,9%) e Pará (de 5,9% para 5,5%) mostraram as perdas entre os dois períodos.

 

Pesquisa Industrial Mensal

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), através da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), produz indicadores de curto prazo relativos ao setor industrial brasileiro. Essa pesquisa avalia o comportamento da produção real mensal nas indústrias extrativa e de transformação do país. Clique aqui e confira mais detalhes sobre a produção industrial brasileira durante o mês de maio de 2017.

Deixe um comentário