Apesar de fechar dia em queda, dólar encerra agosto com leve alta

LinkedIn

No último pregão do mês de agosto, o dólar encerra o dia  em queda. Apesar do resultado, o saldo mensal ficou no positivo. Durante esta quinta-feira (31), o clima entre os investidores era positivo, considerando o recente avanço de importantes pautas econômicas do governo no Congresso Nacional.

Histórico

Hoje (31), o dólar caiu 0,39%, cotado a R$ 3,1417 para compra e R$ 3,1475 para venda.

Durante o mês de agosto, após 22 pregões, a moeda teve uma alta de 0,94%. Foram 13 pregões de alta contra 9 de baixa. No último pregão de julho, o dólar fechou cotado a R$ 3,1176 para compra e R$ 3,1181 para venda.

No ano, após 167 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 3,14%. São 81 pregões de alta contra 86 de baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Influências

Após muitas mudanças no cenário político e econômico brasileiro, o dia de hoje deixou os investidores mais aliviados. Durante a madrugada, o Congresso aprovou o texto-base do projeto de lei que eleva o déficit primário do Brasil para 2017 e 2018.

Ainda, na véspera, a Câmara dos Deputados concluiu a votação da criação da Taxa de Longo Prazo (TLP), que gora segue para votação no Senado.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.