Bovespa despenca diante das cautelas do mercado

LinkedIn

O Ibovespa fechou em queda, uma vez que os investidores estão receosos sobre como serão os avanços das reformas do governo e sobre as notícias sobre o aspecto econômico do país.

Histórico

O indicador fechou com 74.800,34 pontos, uma queda de 1,55%. Mesmo que os ativos da Braskem (BRKM5) tenham valorizado 11,96%, as ações da CSN (CSNA3) caíram 5,63%, as da MRV (MRVE3perderam 5,85%, as da Gerdau (GOAU4) desvalorizaram 5,09%

Em outubro, após 19 fechamentos, o índice valorizou 0,68%. Já foram nove pregões positivos, contra dez negativos. O mês de agosto fechou com 74.293,51 pontos.

Já no comparativo de 2017, após 204 pregões, o Ibovespa subiu 24,20%. Já foram 101 fechamentos positivos contra 103 negativos. Em 2016, o índice fechou com 60.227,29 pontos.

Influências

Passada a denúncia contra o presidente Michel Temer, o mercado agora observa como será feita a Reforma da Previdência. Apesar do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmar que o projeto não será reduzido, a expectativa é que o texto aprovado seja mais enxuto, uma vez que o governo está perdendo o apoio e os parlamentares não querem se desgastar politicamente em ano eleitoral.

Já no cenário econômico, o Banco Central divulgou através do Boletim Focus um aumento na previsão da inflação de 2017, passando de 3,06% para 3,08% e manteve a previsão do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 0,73%.

Deixe um comentário