Após oferta oficial da Suzano e interesse da asiática Paper Excellence, ação da Fibria sobe 3%

LinkedIn

Depois de confirmar o interesse em uma associação com a Fibria (BOV:FIBR3) na semana passada, a Suzano Papel (SUZB3) teria acertado a estrutura para compra da concorrente, segundo o jornal Valor Econômico. Já a IstoÉ Dinheiro chegou a dizer que a aquisição seria anunciada hoje, o que ainda não se confirmou. Um dos motivos pode ser o fato de outra empresa, a asiática Paper Excellence, também ter entrado na disputa pela fabricante brasileira de celulose e, segundo o Valor, teria feito, no fim de semana, uma oferta por um valor acima do de mercado da Fibria. Como resultado das novas notícias, a ação ordinária (ON, com voto) da Fibria está em alta na B3, de 3,6% às 13h25, enquanto as da Suzano caem 4,5%, a maior baixa entre as ações do Índice Bovespa.

Para a corretora Coinvalores, as notícias são positivas para os acionistas da Fibria, enquanto, para os acionistas da Suzano, a possível proposta da Paper Excellence pode significar uma elevação no preço da aquisição ou mesmo a perda do negócio. “Ou seja, há upside para os dois papéis com a operação, pois as sinergias de uma possível combinação de negócios são muito grandes, mas hoje vemos um risco mais elevado para os investidores posicionados em Suzano”, diz a corretora.

Já a Guide Investimentos vê impacto positivo para a Fibria. Para a corretora, era clara a expectativa de uma potencial consolidação da indústria, envolvendo Fibria e algum outro grande player do setor. A Fibria já tinha manifestado o interesse de uma fusão. A medida é fundamental para aumentar a competitividade e assegurar a sobrevivência das companhias nacionais, ou internacionais, no longo prazo. A fusão deve ainda trazer mais eficiência operacional à essa nova Companhia, além de aumentar seu poder de influência no ciclo de preços. “Avaliamos uma sinergia próxima de R$ 8 bilhões a R$ 10 bilhões”, diz a Guide, que estimma o valor de mercado da Fibria em R$ 37 bilhões, calculando um prêmio de 8%. A oferta da Paper Excellence equivaleria a R$ 40 bilhões.

Deixe um comentário