Dólar fecha em alta ante o real com temor dos investidores a guerra comercial

LinkedIn

O dólar fechou em alta ante o real nesta quinta-feira (8), diante da cautela dos investidores com a possibilidade de guerra comercial com os planos do governo norte-americano, Donald Trump, de taxar importações de aço e alumínio.

Histórico 

A moeda teve alta de 0,63%, cotada a R$ 3,2615 para compra e R$ 3,2645 para venda.

Após 6 pregões em março, a moeda valorizou 0,67%. Já se foram 3 fechamentos negativos contra 3 positivos. Em fevereiro, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,2421 para compra e R$ 3,2428 para venda.

Em 2018, após 45 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 1,50%. Já se foram 22 pregões em alta, contra 23 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influências

O Banco Central brasileiro não anunciou intervenção para o mercado cambial nesta quinta-feira (8). Em abril, vencem 9,029 bilhões em swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda de dólares no mercado futuro.

Pelo Twitter, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (8) que fará uma reunião para debater a taxação sobre o aço e alumínio e que o país vai mostrar flexibilidade e cooperar com aqueles que são verdadeiros amigos. O presidente ainda sugeriu que a Austrália e outros países podem ser isentos da tarifação.

A reunião está marcada para às 15h30 (17h50 no horário de Brasília) na Casa Branca.

Deixe um comentário