É seguro investir em Bitcoins?

LinkedIn

O mundo digital está cada vez mais inserido em nosso cotidiano. Não demorou muito para aparecerem moedas que não existem apenas virtualmente. Pensar que seu dinheiro existirá somente no mundo on-line, ainda soa um pouco estranho para algumas pessoas.

Entre as moedas virtuais, está o Bitcoin (COIN:BTCUSD), que desde que chegou ao mercado foi alvo de muita curiosidade e também de muitas controvérsias. Investir na moeda ainda divide opiniões e o principal assunto é colocado em xeque é a segurança. Será mesmo que investir em Bitcoin é seguro?

Para responder a essa pergunta é preciso olhar para os Bitcoins em três perspectivas: sistema, mercado e investimento. Entenda um pouco melhor sobre cada uma delas a seguir.

Existe segurança no sistema dos Bitcoins?

Como citado acima, o Bitcoin existe apenas virtualmente. Além disso, a moeda não possui uma instituição financeira por trás de suas transações, diferente do que acontece com outros tipos de investimento.

O problema é que devido a tantos ataques de hackers, falhas em sistemas que pareciam extremamente seguros e notícias de dados roubados, grande parte da população ainda se sente muito insegura ao pensar que suas moedas serão virtuais e que não há a segurança de uma instituição financeira envolvida.

Mas existe um sistema que garante a segurança das operações, a Blockchain. A Blockchain é uma rede de blocos onde ficam registradas todas as transações em Bitcoins de forma criptografada. A rede é aberta e não depende apenas de um servidor, ao contrário, computadores de várias partes do mundo trabalham para que as operações aconteçam.

As informações armazenadas nos blocos são protegidas por uma assinatura digital, que é um código exclusivo. Cada bloco leva sua assinatura e a do bloco anterior, gerando um sistema que seja interligado.

A chance que essa cadeia de blocos seja quebrada e que alguém consiga violar a Blockchain é irrisória. Isso mostra que o sistema por trás dos Bitcoins é sim muito seguro.

Porém, apesar da Blockchain oferecer estrutura para que as transações sejam realizadas de forma segura, isso não quer dizer que o mercado de Bitcoins em si ofereça total segurança.

Apesar de possuir um sistema praticamente inviolável, o mercado de Bitcoins oferece alguns riscos. Quando alguém compra Bitcoins, as moedas ficam guardadas em carteiras virtuais. Essas carteiras, por sua vez, podem ficar armazenadas em um computador, smartphone ou plataforma online, por exemplo.

O problema é que, como qualquer arquivo de um computador comum, as carteiras podem sofrer ataques virtuais, onde pessoas mal intencionadas podem roubar seus dados e até mesmo seu saldo de Bitcoins.

As plataformas de compra de Bitcoins, chamadas exchanges, sofrem tentativas constantes de ataques. Não são poucas as histórias em que as tentativas deram certo e usuários perderam todas as suas moedas em uma invasão geral.

Bitcoin é um investimento seguro?

Agora, a perspectiva de análise dos Bitcoins é sobre os investimentos na criptomoeda. Existem no mercado diversos tipos de investimentos. Não se pode negar que cada um deles envolve um tipo de risco, mesmo que seja praticamente zero.

Em investimentos em renda fixa, por exemplo, existe o risco da instituição que você aplicou seu dinheiro declarar falência e você perder o valor investido. Porém, existe um órgão chamado Fundo Garantidor de Crédito (FGC) que protege alguns tipos de investimento e ressarce o investidor de acordo com as regras estabelecidas.

Em investimentos em ações, não há garantia de rentabilidade e o investidor fica exposto às oscilações do mercado. Contudo, há ferramentas, como o stop loss, que ajudam os investidores a evitar perdas excessivas. Além disso, em casos específicos, existe um mecanismo na Bolsa de Valores chamado Circuit Breaker que protege os ativos da forte volatilidade.

Já com os Bitcoins, não há um órgão ou um mecanismo que proteja o investidor. Em um só dia, a moeda virtual pode se desvalorizar em milhares de dólares, deixando os investidores suscetíveis a grandes perdas.

Outro detalhe importante: Bitcoins não são regulamentados por uma instituição financeira como o Banco Central, e nem possuem lastro, isso quer dizer que a criptomoeda fica muito exposta à especulação financeira, muito mais que qualquer outro ativo tradicional do mercado.

Apesar de estarem expostos à grande desvalorização, milhares de investidores estão comprando Bitcoins pelo seu potencial de ganho.

Contudo, é preciso avaliar os riscos e colocar na balança para entender se vale a pena mesmo investir em Bitcoins. Cada investidor possui um perfil e isso deve ser levado em consideração.

Para quem é mais avesso ao risco, o ideal é buscar tipos de investimentos regulamentados e que ofereçam algum tipo de segurança. Não adianta querer adquirir as criptomoedas devido à sua popularidade se elas não vão de encontro ao seu perfil de investidor.

Analisar bem onde investir dinheiro antes de fazê-lo é fundamental para ter bons resultados. Se você optar por investir em Bitcoins, lembre-se que por se tratar de um mercado novo, eles merecem atenção redobrada.

Comentários

  1. Duarte Vieira diz:

    EU INVESTI EM BITCOINS QUANDO O VALOR ERA BAIXO ALGUNS ANOS ATRAS E HOJE POSSO DIZER QUE SOU MILIONARIO POIS SOUBE INVESTIR NO MOMENTO CERTO HA ALGUMAS MOEDAS A CUSTO BAIXO QUESENDEM ADQUIRIDAS JA E DEIXANDO A LONGO PRAZO IRA TRAZER MUITO LUCRO VEJA MEU VIDEO
    https://www.youtube.com/watch?v=YbEGYh8zTaw

Deixe um comentário