Bovespa recua em meio a cenário externo sem rumo

LinkedIn

O Ibovespa recuou nesta terça-feira (24), em meio a um pregão sem viés definido mas com bons resultados na cena corporativa.

O indicador teve queda de 0,16%, cotado a 85.469,08 pontos. Os papéis da Cosan (CSAN3ampliaram 4,0% e os do Santander (SANB11) aumentaram  5,0% e os da BRF (BRFS3)subiram 2%.

Após 17 pregões em abril, o índice valorizou 0,12%. Houve 7 fechamentos positivos contra 10 negativos. Em março, o indicador fechou com 85.365,56 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 77 pregões, o Ibovespa subiu 11,87%. Já foram 43 fechamentos positivos contra 34 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

No Brasil, o mercado seguiu cauteloso com a decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) de retirar dos processos que estão sobre cuidado do juiz federal Sérgio Moro, delações feitas por executivos da Odebrecht que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No exterior, o rendimento do treasury de 10 anos do Estados Unidos atingiu 3%, deixando o mercado atento a oferta de títulos do governo e o aumento da inflação. Além disso, os preços das commodities e do petróleo também subiram.

Deixe um comentário