Bovespa desaba e renova mínima do ano

LinkedIn

O Ibovespa fechou com fortes perdas o pregão desta quinta-feira (07), na medida que os investidores recorrem ao exterior com temerosidade a cena local.

Histórico

O indicador teve queda de 2,98%, cotado a 73.851,47 pontos. Os papéis da Petrobras (PETR4caíram 3,4% e os do Itaú Unibanco (ITUB4) despencaram 2,5%.

Após 5 pregões em junho, o índice desvalorizou 3,78%. Houve 2 fechamentos positivos contra 3 negativos. Em maio, o indicador fechou com 76.753,62 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 107 pregões, o Ibovespa desvalorizou 3,34%. Já foram 55 fechamentos positivos contra 52 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

Nesta quinta, o banco suíço UBS reduziu sua recomendação para ações brasileiras para “neutra”, além de afirmar que esse é o momento para adquirir papéis de emergentes.

A cena local segue negativa na visão dos investidores diante da incerteza ao quadro político eleitoral de outubro e a medida fiscal praticada pelo governo após a greve dos caminhoneiros.

Deixe um comentário