Já existem mais de 5000 criptomoedas!

LinkedIn

A todo momento surge um novo tipo de dinheiro digital. De fato, isso ocorre porque já existem mais de 5.000 criptomoedas no mercado de acordo com o Coinlib, o maior indexador de criptomoedas do mundo. Novas moedas digitais alternativas ao Bitcoin estão sendo criadas freqüentemente.

No final de 2017, quando a criptoeconomia alcançou sua maior popularidade, existiam aproximadamente 1400 criptomoedas listadas no Coinmarketcap. Mesmo assim, a plataforma não listava todos os projetos.

O bitcoin, a principal criptomoeda do mercado, possui US$112 bilhões em capitalização de mercado, enquanto o restante das altcoins somam juntas US$90 bilhões. A capitalização total de mercado das criptomoedas está um pouco acima de US$200 bilhões. O Bitcoin responde por 56% do mercado (US$112 Bi) e as outras 20 principais criptomoedas respondem por 35% do total (US$69 Bi) – Todas as outras 4.985 altcoins representam 9%, com uma capitalização de $18 Bi.

Por que existem tantas criptomoedas ?

Certamente nem todas 5.000 criptomoedas são significativas, ou mesmo legítimas. A forma como as criptomoedas tendem a ser criadas (conhecido como “código aberto”) torna fácil qualquer um criar sua própria criptomoeda – e, em muitos casos, algumas pessoas fizeram exatamente isso. Sem conhecimento, sem propósito e sem utilidade.

Uma estatística representativa é que o valor de mercado de uma criptomoeda mediana é de apenas US $ 925.000, o que coloca a lista de 5000 altcoins com metade delas acima e metade delas abaixo.

Existe espaço no mercado para várias criptomoedas com propósitos diferentes. O Bitcoin tem várias deficiências, como escalabilidade limitada, altas taxas de transação e tempos de transação relativamente longos.

Algumas das outras criptomoedas simplesmente fazem um trabalho melhor – por exemplo, as transações da Ripple são processadas em segundos e custam apenas alguns centavos, razão pela qual várias instituições financeiras importantes estão usando a tecnologia da empresa.

Quantas criptomoedas Brasileiras existem

O Brasil também cria criptomoedas, alguns projetos inclusive arrecadaram um valor significativo de fundos na oferta inicial de moedas (ICO), como é o caso da Lunes.

Atualmente o Brasil possui aproximadamente 30 criptomoedas, alguns projetos já foram abandonados enquanto outros estão properando.

Cuidado com a tentativa de encontrar “o próximo bitcoin”

Vários especialistas acreditam que não existe necessidade de 5.000 criptomoedas no mercado – nem mesmo perto disso. A grande maioria delas (especialmente as menores) provavelmente acabarão sem valor. Portanto, é importante lembrar às pessoas interessadas em comprar criptomoedas que elas tenham cuidado se decidir investir em uma criptomoeda pouco conhecida porque acha que ela pode acabar na lista das 20 maiores.

Comprar criptomoedas conhecidas como Bitcoin, Ethereum ou qualquer uma das outras principais altcoins é considerado especulativo e altamente arriscado – comprar as realmente pequenas é tão arriscado quanto comprar um bilhete de loteria.

Relatórios recentes mostraram que, mais de 1000 criptomoedas já foram declaradas “mortas” no ano de 2018, ou seja, projetos abandonados. Este número tende a aumentar a medida que os projetos forem fracassando. Outro relatório mostrou que 80% dos projetos de ICO são fraude enquanto uma análise revelou que 92% dos projetos blockchain falham com uma taxa de vida de não mais que 15 meses.

Mais de 3600 criptomoedas foram criadas este ano e muitas delas não possuem nenhum tipo de planejamento, futuro ou valor real.

Todos os dias novas criptomoedas são anunciadas em fóruns de discursão, além disso, existem diversas ICOs em andamento. Portanto, o número real de criptomoedas no mercado certamente é maior que as 5.000 indexadas pelo Coinlib.

O mercado de criptomoedas apesar de já ter 10 anos, ainda é considerado novo, vários bilionários pelo mundo acreditam que a tecnologia Blockchain é a “nova internet”.

Tim Draper, um investidor de risco, acredita que o mercado de criptomoedas vai alcançar US $80 Trilhões em 15 anos. Bem mais que os US$ 200 bilhões atuais.

Várias empresas estão passando por um processo de “tokenização”, criando suas próprias criptomoedas e fazendo parte da revolução. Muitas criptomoedas ainda serão criadas.

Fonte: Livecoins

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.