Quais foram as 5 criptomoedas com a melhor performance de maio de 2019

LinkedIn

Os criptoativos avançaram consideravelmente em maio deste ano, apresentando amplos ganhos. Os 10 maiores criptoativos do mundo em valor de mercado aproveitaram a disparada iniciada pelo Bitcoin no dia 13 de maio, fazendo com que o valor total do mercado saltasse de US$176,1 bilhões para US$262,4 bilhões.

Apesar da excelente performance apresentada pelo Bitcoin, a moeda digital dominante do mercado sequer ficou entre os cinco criptoativos com as melhores performances do mês de maio. Confira abaixo quais são:

5 – Bitcoin Cash (BCH)

O Bitcoin Cash (BCH), criptomoeda surgida a partir de um hard fork do Bitcoin em 2017, foi a quinta criptomoeda com a melhor performance entre os 10 maiores criptoativos do mercado em valor. Iniciando o mês de maio cotado a US$271,82, o BCH avançou 63% e finalizou o mês a US$445,07 – o que se traduz em um valor de mercado de US$7,9 bilhões, um significativo salto em comparação aos antes US$4,8 bilhões.

No dia 30 de maio, bem próximo do fim do mês, o BCH tocou a alta de US$478,53, embora tenha escorregado e encerrado o mesmo dia em US$424,62.

Atualmente, o Bitcoin Cash é a quarta maior criptomoeda do mundo em valor de mercado.

4 – Ethereum (ETH)

A maior altcoin do mercado também exibiu uma significativa performance no mês de maio, aproveitando a boa maré dos criptoativos. Após iniciar o mês cotado a US$160,82, o ETH fechou o período de 30 dias em US$268,11 – um avanço de 66%.

O salto no valor de mercado do criptoativo foi igualmente notável: US$17 bilhões no início do mês para US$28,5 bilhões no último dia. Assim como o Bitcoin Cash, o Ethereum teve sua marca mais alta do mês de maio registrada no dia 30, chegando a US$287,20. Contudo, a marca não foi mantida e a moeda digital encerrou o dia cotada a US$255,86.

Com a movimentação, a Ethereum consolida seu lugar como maior altcoin do mercado, ficando US$10 bilhões em capitalização à frente da XRP, atualmente segunda maior altcoin do mundo.

3 – IOTA (MIOTA)

Apesar de não mais estar entre os 10 maiores criptoativos do mercado, a IOTA integrou brevemente o grupo durante o mês de maio. Ela iniciou o mês cotada a US$0,30, contudo, um avanço de 66,5% a colocou em US$0,50 – com um valor de mercado de US$1,4 bilhão, US$600 milhões além do que possuía no início do mês.

Diferente dos criptoativos até aqui listados, seu ponto mais alto foi atingido no dia 29 de maio, registrado em US$0,55. De forma semelhante aos outros ativos, ela falhou em manter sua marca alta e encerrou o dia cotada a US$0,51, valor acima do registrado no último dia do mês.

Para retornar ao grupo das 10 maiores criptomoedas do mercado, a IOTA precisa de mais US$1,2 bilhão em valor e mercado, quase o dobro.

2 – EOS (EOS)

Atualmente, a sexta maior criptomoeda do mundo em valor de mercado, a EOS, saltou 78% em maio. Tendo iniciado o mês com uma valorização de US$4,78, a criptomoeda finalizou o último dia do mês cotada a US$8,51. Seu valor de mercado, antes em US$4,5 bilhões, encerrou o período em US$7,8 bilhões.

Diferente de todos os criptoativos até agora listados, a EOS atingiu sua marca mais alta no último dia de maio, em US$8,57 – embora não tenha sido possível manter este valor, a marca final não ficou tão distante.

EOS e Litecoin atualmente estão disputando a posição de quinta maior criptomoeda do mercado, com uma diferença de US$250 milhões em valor de mercado.

1 – Bitcoin SV (BSV)

O Bitcoin SV, moeda digital surgida em novembro de 2018 a partir de um hard fork do Bitcoin Cash, foi o criptoativo com a melhor performance em maio – com uma ampla margem de vantagem.

Foram 265% conquistados durante o período acima mencionado, com o BSV partindo de US$53,53 para encerrar o mês valorizado a US$195,79. Caso tivesse mantido sua marca alta exibida no dia 30 de maio, os ganhos seriam ainda maiores, tendo em vista que o BSV tocou US$251,07.

Entretanto, tal performance não foi totalmente “orgânica”. De acordo com a notícia veiculada no maior aplicativo de mensagens da China, Craig Wright teria transferido 50 mil Bitcoins para a Binance, fazendo com que o Bitcoin SV fosse novamente listado na plataforma. Contudo, o CEO da exchange Changpeng Zhao desmentiu a informação, embora ela já tivesse surtido o efeito.

Por Gino Matos

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário