Gol aprova emissão de 15,19 mi de bônus de subscrição; ações sobem mais de 3%

LinkedIn

Investing.com – O Conselho de Administração da Gol (BOV:GOLL4) aprovou uma nova emissão de até 15.192.439 bônus de subscrição, sendo todos escriturais, em série única, por meio de uma emissão privada dirigida aos atuais acionistas, com o valor unitário de R$ 20,00, com base em estudo preparado pela Brasilpar Serviços Financeiros.

Por volta de 15:00, os papéis da aérea eram negociados com valorização de 3,77% a R$ 33,61.

De acordo com a aérea, cada bônus dará ao titular o direito de subscrever uma ação preferencial, que, quando emitida, terá os mesmos direitos atribuídos às demais, fazendo jus, inclusive, ao recebimento integral de dividendos ou juros sobre o capital próprio que vierem a ser declarados e a todos os demais direitos e benefícios que forem conferidos aos demais detentores dos papéis.

O respectivo preço de exercício foi fixado em R$ 39,24 por ação preferencial. Os termos e condições do Bônus de Subscrição foram fixados em linha com as premissas da emissão adicional de dívida permutável da Gol Equity Finance anunciada em 17 de julho de 2019, no valor de US$ 80 milhões, de forma a viabilizar tal captação de recursos no exterior.

A Gol informa ainda que os bônus que forem subscritos serão admitidos à negociação na B3, após o término da rodada de rateio de sobras, em data a ser comunicada. Os recursos provenientes operação serão utilizados para financiamento das operações aéreas da companhia.

As ações adquiridas a partir de 30 de agosto, inclusive, não farão jus ao Direito de Preferência. Cada uma ação preferencial dará ao acionista que a detenha o direito de subscrever 0,042761771 Bônus de Subscrição. Já cada uma ordinária dará o direito de subscrever 0,001221765 Bônus de Subscrição.

Deixe um comentário