Cosan propõe holding única e IPOs

LinkedIn

A Cosan (BOV:CSAN3) começou estudos para simplificar a estrutura societária em uma única holding. De acordo com o comunicado, a reorganização societária consistirá na incorporação de sociedades sob controle comum, pela qual CZZ e Cosan Log serão incorporadas na Cosan. Além disso, a companhia informou que pretende preparar suas principais subsidiárias e companhias co-controladas (Moove, Raízen e Compass) para eventuais ofertas públicas iniciais de ações (IPOs).

Segundo o Valor, em um movimento há anos almejado pelos investidores, o grupo Cosan caminha para operar com uma única holding e, possivelmente, todas as suas controladas listadas em bolsa. Na segunda tentativa de simplificação societária em pouco mais de um ano e meio, o conselho de administração do grupo de Rubens Ometto, avaliado em R$ 29,8 bilhões na B3, autorizou o início dos estudos de simplificação societária que, em seis meses, poderá resultar na extinção da Cosan Limited, holding cujas ações são negociadas na Bolsa de Nova York (Nyse), e da Cosan Log, controladora da Rumo.

Ometto seguirá no controle dos negócios via Aguassanta, posição garantida pela bilionária recompra de ações de Cosan S.A., holding que permanecerá após a reorganização, e de Cosan Limited nos últimos anos. O comando do grupo nunca escondeu que essas operações tinham essa finalidade. “Queremos ter apenas uma holding no longo prazo e estamos nos movendo nessa direção, basicamente por meio da recompra de ações”, disse em dezembro Marcos Lutz, então presidente do grupo. Ele saiu em abril e ficou nos conselhos e comitês de várias empresas da Cosan.

A expectativa é a de que, em seis meses – com chances, portanto, de que isso aconteça ainda em 2020 -, as ações de Cosan S.A. sejam detidas diretamente pela Aguassanta, com uma fatia de menos de 50% mas no controle da operação, e o remanescente fique pulverizado no mercado (o chamado “free float”). Sob a única holding estariam Raízen Combustíveis, Raízen Energia (joint venture com a, a recém-constituída Compass (que absorveu Comgás), Moove (lubrificantes) e Rumo. Com exceção da Rumo, já é listada na B3, a intenção é levar os demais ativos à bolsa. No caso da Raízen, a movimentação depende dos planos da Shell.

Conforme o grupo, comitês especiais independentes, constituídos à luz do parecer de orientação 35 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que trata dos deveres de administradores nas incorporações de fusão e incorporação envolvendo controladas, ficarão a cargo da definição das relações de troca entre Cosan Limited e Cosan S.A. e Cosan Log e Cosan S.A.

Em novembro de 2018, quando informou ao mercado que iniciaria a simplificação societária pela incorporação da Cosan Log pela Cosan S.A, a reação dos investidores foi negativa. O primeiro questionamento foi, justamente, sobre a manutenção de duas holdings no topo da estrutura, o que agora pode ser revisto.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário