Cyrela lança R$ 395 milhões e vende R$ 818 milhões no 2° trimestre

LinkedIn

A Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações (BOV:CYRE3) divulgou nesta segunda à noite a prévia de seus resultados operacionais do 2º trimestre de 2020 (2T20).

A companhia lançou 5 empreendimentos no trimestre totalizando um volume de R$ 395 milhões, 81% inferior ao realizado no 2T19 (R$ 2.087 milhões). Desse total, foi reconhecido como lançado o último dos 6 empreendimentos do Minha Casa Minha Casa que tiveram a comercialização iniciada no fim de 2019 (conforme divulgado na prévia operacional do 4T19).

As permutas nos lançamentos foram R$ 6 milhões no 2T20 vs. R$ 135 milhões no 2T19. A participação da companhia nos lançamentos do trimestre atingiu 73%, sendo inferior à apresentada no 2T19 (80%).

No semestre, o VGV (Valor Geral de Vendas) de lançamentos atingiu R$ 2.039 milhões, sendo 23% menor que no mesmo período de 2019. “Ao se excluir as permutas, e tomando como base apenas o %CBR, o volume lançado no 2T20 foi de R$ 282 milhões, 82% inferior em relação ao mesmo período do ano anterior (R$ 1.570 milhões no 2T19)”, explicou a Cyrela.

No semestre, os lançamentos foram de R$ 1.399 milhões comparados aos R$ 1.979 milhões do primeiro semestre de 2019.

As vendas líquidas contratadas neste trimestre somaram R$ 818 milhões, valor 57% inferior ao registrado no 2T19 (R$ 1.917 milhões). No semestre, as vendas contratadas atingiram R$ 2.175 milhões, sendo 27% inferior ao mesmo período de 2019.

A participação da companhia nas vendas contratadas foi de 73% no 2T20, inferior aos 75% do mesmo trimestre do ano anterior. No semestre a participação Cyrela nas vendas foi de 71% vs. 74% em 2019.

Das vendas líquidas realizadas no trimestre, R$ 135 milhões se refere à venda de estoque pronto (17%), R$ 512 milhões à venda de estoque em construção (63%) e R$ 171 milhões à venda de lançamentos (21%). Dessa forma, a Cyrela atingiu uma velocidade de vendas (VSO) de lançamentos de 43% no trimestre.

Ao se excluir as permutas e tomando como base apenas o %CBR, o volume vendido atingiu R$ 592 milhões no 2T20, 56% inferior ao mesmo período do ano anterior (R$ 1.345 milhões no 2T19). No semestre, as vendas alcançaram R$ 1.509 milhões, em comparação a R$ 2.091 milhões dos 6M19.

Os dados operacionais resultaram em um indicador de Vendas sobre Oferta (VSO) de 12 meses de 50,7%, ficando abaixo do VSO 12 meses apresentado no mesmo trimestre do ano anterior (52,7%) e inferior ao VSO apresentado no 1T20 (53,4%).

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário