China lidera perda no mercado asiático; Exportações do Japão caem

LinkedIn
As principais bolsas asiáticas fecharam sem direção apesar dos índices americanos atingirem máximas históricas na madrugada.
As bolsas do pacífico não acompanharam as altas do S&P500 e do Nasdaq em Nova Iorque, que bateram novos recordes de pontos ontem. No caso do S&P500, o índice bateu as primeiras máximas intradiária e de fechamento depois do início da pandemia de coronavírus, consolidando a recuperação da bolsa americana.
Uma recuperação em boa parte puxada pelas ações de tecnologia, como mostra a alta de 24,95% do Nasdaq no ano e que reflete a expectativa de que a pandemia poderá até ser benéfica para o setor. Além dos recordes de hoje, o S&P500 acumula agora ganho de 4,92% em 2020. Já o Dow Jones Industrials, que tem menor peso de tecnologia e mais empresas tradicionais, afetadas diretamente pelas medidas restritivas, fechou em baixa hoje e acumula ainda perda de 2,66% no ano.
As ações da China continental fecharam em queda, com o composto de Xangai recuando -1,24%, para cerca de 3.408,13, enquanto o composto de Shenzhen caiu -2,08%. O índice Hang Seng de Hong Kong recuou -0,49% na última hora do pregão.
No Japão, o Nikkei 225subiu +0,26% para fechar em 23.110,61. O índice Topix avançou+0,18%, encerrando o pregão em 1.613,73.
As exportações do Japão em julho caíram 19,2% em comparação com o ano anterior, de acordo com estatísticas provisórias de comércio do Ministério das Finanças do país divulgadas nesta quarta-feira.A previsão era de um declínio de 21,0% feita pelos economistas em uma pesquisa da Reuters.
Na Coréia do Sul, o Kospi avançou em +0,52%, a 2.360,54.
No geral, o índice MSCI Asia ex-Japão caiu -0,2%.
FECHAMENTO 🇯🇵🇨🇳🇭🇰🇰🇷 ÁSIA
🇯🇵 NIKKEI 225 +0,26% 🇯🇵
🇨🇳 SHANGAI -1,24%🇨🇳
🇭🇰 HANG SENG -0,49%
🇰🇷 KOSPI +0,52%🇰🇷

Austrália

Os investidores vão monitorar os desenvolvimentos nas relações Austrália-China. Na terça-feira, o Ministério do Comércio da China disse que está lançando uma investigação anti-dumping sobre alguns vinhos importados da Austrália.

“As relações Austrália-China continuam a azedar, desta vez por causa do vinho”, escreveu Tapas Strickland, diretor de economia do National Australia Bank, em uma nota.

“A investigação é amplamente interpretada na Austrália como sendo sintomática com a deterioração da relação bilateral Austrália-China”, disse Strickland, embora tenha destacado que “as exportações de vinho para a China representaram apenas 0,7% do comércio total com a China em 2019”

Moedas

O índice do dólar , que acompanha o dólar norte-americano em comparação com a cesta de seus pares, estava em 92,227 (-0,03%)

🇺🇸 x 🇯🇵 – 105,436 (FX:USDJPY)
🇺🇸 x 🇨🇳 – 6,90 (FX:USDCNY)
🇺🇸 x 🇭🇰 – 7,75 (FX:USDHKD)
🇺🇸 x 🇰🇷 – 1.178,20 (FX:USDKRW)
🇺🇸 x 🇦🇺 – 1,37 (FX:USDAUD)

Commodities

Os preços do petróleo caíram na tarde do pregão asiático, madrugada no Brasil, com os contratos futuros de referência internacional Brent em queda de -1,1%, para US$ 44,96 dólares por barril. Os contratos futuros de petróleo WTI recuaram -1,0%, para US$ 42,46 por barril.

Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em alta de 0,88%, cotados a 857.000 iuanes, equivalente hoje a US$ 124,10.

Deixe um comentário