Coluna do TradingView: Mercado quente — IBOV, PRIO, RENT e BITCOIN

LinkedIn

Mercados globais acelerados em fim de novembro otimista. A vacina do COVID é o driver. Além disso temos o Bitcoin próximo de sua máxima histórica na região dos 20 mil dólares.

Edson Santos

O Ibovespa após fazer topo no início da semana, está em lateralização aguardando uma definição entre o avanço da segunda onda do Covid no mundo e o anúncio de estímulos econômicos. No cenário nacional, as falas do ministro da economia Paulo Guedes colaborou para a volatilidade no dólar e ajudou a segurar um pouco o índice na quinta-feira, enquanto as bolsas mundiais recuava o IBOV teve leve queda.

No gráfico diário podemos ver o inicio de uma pequena bandeira, já no gráfico semanal, o IBOV não teve força para se manter acima dos 107k.

Apesar do gráfico diário sinalizar uma bandeira, acredito em uma correção no gráfico semana, já que após o rompimento do canal anterior um recuo seria saudável para ganhar fôlego para novos topos. Mas tudo depende dos próximos capítulos. (veja o gráfico dinâmico).

LF Pires

Ação PRIO3 com pregão fazendo novamente máximas. Rompimento da faixa de preço dos R$ 46,00 com alto volume . OBV e IFR , bem apontados para cima.

Petróleo Brent Futuro está brigando para fazer máximas, rodando R$45,80. Máximas pós carnaval, ânimos exaltados por conta da Vacina. (veja o gráfico dinâmico).

Pelicano

Papel RENT3 em forte tendência de alta deixa um fundo na buy zone. Uma compra, caso acionada, seria uma operação interessante.
Médias à favoráveis ao possível movimento.

Entrada acionada com o próximo candle rompendo a região de R$66,17 (caso o próximo candle não faça o rompimento, operação automaticamente descartada). (veja o gráfico dinâmico).

CSM Trader

Muitas altcoins estão indo de “vento em popa”, com ganhos extremos e quebras de altas históricas. O preço do Bitcoin segue em uma tendência de alta desde que fique acima da área de preço dos U$ 18.500 para as próximas sessões.

Agora na hora da escrita o preço do Bitcoin já ultrapassou a resistência na área de preço dos U$ 19.000 chegando na área na área de preço dos U$ 19.070, e agora segue acima dos U$ 18.900.

Será necessário para o preço do Bitcoin dar está continuidade de alta ficando acima da área de preço dos U$ 18.640 para as continuidades de consolidações e com isso o preço do Bitcoin poderá ir em busca do maior preço formado até agora, que fica na área de preço dos U$ 19.800 e assim as possibilidades de avanços acima dos U$ 20.000 estará cada vez mais próxima, podendo ainda se estender positivamente acima dos U$ 21.000.

Por outro lado, se o preço do Bitcoin não conseguir ultrapassar a área de preço dos U$ 19.800 uma correção de baixa poderá acontecer e com isso o preço do Bitcoin precisa ficar acima da área de preço dos U$ 18.740 para não perder o avanço feito até agora e com isso estas desvantagens podendo se estenderem abaixo dos U$ 18.660. (veja o gráfico dinâmico).

Gabriel Fauth

UBER é uma empresa americana de transporte por aplicativo sediada nos Estados Unidos, com faturamento de US$17.5 bilhões (2018) e prejuízo de −US$8,5 bilhões (2019).

No IPO da Uber vemos um exemplo de alta especulação, onde no primeiro dia de negociação em bolsa o preço oscila muito, cerca de 10% no intraday, sendo que houveram muitas realizações, tanto que no segundo dia o preço despencou 10%.

Em 2020 chegou a perder 67% no Corona Break, com 35 dias de queda nas ações, marcando o fundo em 13,71, volatilidade de 30% no intraday. Loucura total. As políticas de uso do app e o afrouxamento das medidas de distanciamento social ajudaram muito na recuperação, além do rally da NASDAQ.

Esse estudo de caso olha da mesma forma para a empresa de tecnologia disruptiva Airbnb, que estará entrando para a NASDAQ como ABNB em breve. Teremos um IPO especulativo? Ou teremos um IPO sólido em uma empresa que lucra?  (veja o gráfico dinâmico).

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Edson Santos, LF PiresPelicanoCSM TraderGabriel Fauth.

Deixe um comentário