Unidas fecha acordo para aquisição da empresa Iter e incorporação da Unidas Agro

LinkedIn

A Unidas anunciou acordo para a aquisição da empresa de rastreamento, telemetria e soluções de internet das coisas iTer, bem como a incorporação de sua subsidiária integral Unidas Agro, a fim de simplificar a estrutura organizacional e capturar sinergias.

A Unidas (BOV:LCAM3) comunicou fez o comunicado nesta terça-feira (24.)

A compra da iTer se dará por meio da subsidiária de gestão de frotas Agile, que, mediante determinadas condições, se comprometeu a transformar a companhia em sociedade por ações. A Agile pagará 13,75 milhões de reais à vista e mais 1.180.592 ações da Unidas – que, considerando preço de fechamento dos papéis na véspera (26,61 reais), somavam 31,4 milhões de reais.

“A aquisição vai aumentar a conectividade dos dispositivos monitorados em uma única plataforma, enquanto internamente, a Unidas conseguirá ter ainda mais controle de frota e informação sobre o deslocamento dos veículos, acrescentando tecnologia e inteligência aos processos de gestão de seus ativos”, disse a Unidas.

O conselho também aprovou a incorporação da subsidiária Unidas Agro Locação, visando simplificar a estrutura organizacional e societária e a redução de custos. O custo com a incorporação é de aproximadamente R$ 70 mil, incluídos os gastos com avaliações, assessoria jurídica e demais assessorias, publicações e despesas.

“A companhia pretende simplificar a estrutura organizacional e societária, além de integração dos negócios e na geração de sinergias daí decorrentes”, afirmou a Unidas.

Lucro líquido de R$ 124,2 milhões

O lucro líquido da Unidas no período foi de R$ 124,2 milhões, crescimento de 44,4% na comparação com igual trimestre de 2019, figurando como o maior valor já registrado pela empresa na sua história.

A Unidas  registrou lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 123,5 milhões no terceiro trimestre, alta de 42,8% ante os R$ 86,46 milhões registrados no terceiro trimestre de 2019. A companhia destaca que, com a aceleração da demanda por aluguel de carros, a taxa de ocupação chegou a 79,7%, acima dos patamares pré-covid. O segmento de seminovos teve alta demanda e chegou ao recorde de veículos vendidos de 28,7 mil unidades, com preço médio de venda de R$ 41 mil.

Deixe um comentário