Conselho da Unidas aprova emissão de debêntures no valor de R$ 1,5 bilhão

LinkedIn

Conselho de administração da Unidas aprovou a emissão de R$ 1,5 bilhão em debêntures. A emissão será realizada em série única, com prazo de validade de seis anos e a operação será destinada exclusivamente a investidores profissionais.

O comunicado foi feito pela locadora de veículos (BOV:LCAM3) na noite desta sexta-feira (04). Esta é a 19ª (décima nona) emissão de debêntures simples da Companhia.

A data de distribuição das debêntures será 15 de dezembro, sendo que o vencimento ocorrerá ao término do prazo de 61 meses contados da data de emissão, com vencimento, portanto, em 15 de janeiro de 2026.

As debêntures farão jus ao pagamento de juros remuneratórios correspondentes a 100% da variação acumulada das taxas médias diárias dos DI, expressa na forma percentual ao ano, base 252 dia úteis, acrescida de spread correspondente a 2,40%, incidente sobre o valor nominal unitário.

Segundo o documento, os recursos obtidos pela companhia com a oferta restrita serão utilizados exclusivamente para o regaste antecipado com a liquidação integral das debêntures da 2ª série da 13ª emissão e da 1ª e 2ª séries da 15ª emissão de debêntures, como a 2ª emissão de notas promissória da companhia. Além da 2ª série da 10ª emissão pública de debêntures da Unidas.

Lucro líquido de R$ 124,2 milhões

lucro líquido da Unidas no período foi de R$ 124,2 milhões, crescimento de 44,4% na comparação com igual trimestre de 2019, figurando como o maior valor já registrado pela empresa na sua história.

A Unidas  registrou lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 123,5 milhões no terceiro trimestre, alta de 42,8% ante os R$ 86,46 milhões registrados no terceiro trimestre de 2019. A companhia destaca que, com a aceleração da demanda por aluguel de carros, a taxa de ocupação chegou a 79,7%, acima dos patamares pré-covid. O segmento de seminovos teve alta demanda e chegou ao recorde de veículos vendidos de 28,7 mil unidades, com preço médio de venda de R$ 41 mil.

Deixe um comentário